Copa 2022 pode deixar o Catar e ser disputada em sede tripla, revela jornal

0 59

Escândalo de corrupção e compra de votos pode tirar a organização do Mundial de 2022 do Catar; EUA, Canadá e México seriam os interessados

Além dos problemas climáticos e geopolíticos que o Catar enfrenta para organizar a Copa 2022, o escândalo de corrupção na escolha do país para sediar o Mundial pode ser determinante para que a Fifa decida tirar o evento do local.

Catar pode perder a organização da Copa 2022 para países da América do Norte
Divulgação

Catar pode perder a organização da Copa 2022 para países da América do Norte

Segundo informações do diário mexicano “Record”, a entidade estuda mudar a sede da Copa 2022 , colocando a organização nas mãos da Concacaf, que utilizaria os principais estádios dos Estados Unidos, Canadá e México para disputa das partidas.

Fifa não tornou pública essa possibilidade de mudança de sede, mas, ainda de acordo com a publicação, o assunto já está na pauta do presidente Gianni Infantino, que pretende conversar com os dirigentes na próxima reunião.
Blatter mostra envelope com a escolha do Catar como sede da Copa 2022
Arquivo iG

Blatter mostra envelope com a escolha do Catar como sede da Copa 2022

Caso isso aconteça, seria uma decisão histórica, já que uma eleição de país-sede de Copa do Mundo nunca foi anulada. Vale ressaltar que a investigação feita nos Estados Unidos, no caso chamado “FifaGate”, revelou que o Catar comprou votos de dirigentes na época da eleição, em 2010.

Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa, admitiu em entrevista recente que o Catar foi escolhido como sede da Copa do Mundo de 2022 por influência políticas de governos europeus. Em entrevista à revista alemã “Die Zeit”, o dirigente afirmou que os países esperavam obter alguma vantagem econômica nas suas decisões, por isso votaram a favor do país asiático.

“Aconteceram sim influências políticas diretas. Houve chefes de governo europeu que recomendaram a seus compatriotas que votassem no Catar, porque estão ligados a este país por fortes interesses econômicos”, avisou Blatter.

Silêncio do Catar

Diante de todo escândalo, o Comitê Organizador da Copa de 2022 manteve silêncio incomum, enquanto novas provas de suborno apareciam nas investigações. Ao que tudo indica, os organizadores parecem resignados e preferem manter a continuidade da Copa em seu país, uma vez que os estádios estão fase avançada de construção.

A princípio, a tripla candidatura dos países da América do Norte seria para o Mundial de 2026. Porém, com essa possível decisão da Fifa em retirar a organização do evento dos catarianos, Estados Unidos, Canadá e México podem antecipar o desejo de serem sede conjunta de um Mundial e receber a Copa 2022.

Fonte: IG esporte

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta