Estado repassa só R$ 3,8 milhões dos R$ 10 prometidos para Assembleia

0 110

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (PSB), decidiu mudar o tom da conversa sobre os recursos atrasado do duodécimo com o governador Pedro Taques (PSDB). De acordo com o chefe do Poder Legislativo, a paciência está acabando. “A Assembleia está sendo parceira e muito compreensiva com governo do Estado neste momento de crise. Mas parece que o que recebemos em troca é apenas desrespeito”, disse Botelho demonstrando irritação. “Depois de uma conversa franca onde falamos que precisaríamos de no mínimo R$ 20 milhões até esta sexta-feira. O governador disse que pelo menos R$ 10 milhões arrumaria. Aí chega hoje e só repassam R$ 3,8 milhões. É muita falta de respeito ou então estão achando que estou brincando”, completou o deputado.

A mudança de tratativa ocorre em menos de 48 horas depois do governador Pedro Taques ter jantado com Botelho e o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Rui Ramos em sua própria residência. O jantar foi considerado harmonioso e descontraído.

Eduardo Botelho também lembrou que o Legislativo funciona com auxílio das empresas fornecedoras de materiais para quer os trabalhos não parem.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta