“Vereador tem que trabalhar mais em prol da comunidade”

0 82

Desabafou nesta terça-feira (20.02) o vereador por Nossa Senhora do Livramento Edésio Ferreira Pompilho (PSC), enquanto participava de uma sessão ordinária na Câmara Municipal. Convicto de que parlamentar tem que trabalhar mais, Edésio Pompilho ofereceu uma Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município reduzindo o recesso anual dos vereadores papa-bananas, passando de 90 para 45 dias. A Emenda à lei contou com apoio dos outros oito vereadores que o município possui sendo aprovada por unanimidade.

Com isso, as atividades legislativa municipal na pequena e pacata cidade de pouco mais de 12 mil habitantes e situada cerca de 32 km da capital, Cuiabá, que antes eram realizadas no período de 15 de fevereiro à 30 de junho, e de 1º de agosto à 15 de dezembro, passa a vigorar de 21 de janeiro à 15 de julho, e de 1º de agosto à 20 de dezembro.

De acordo com o vereador Edésio não é justo que um trabalhador ou empregado comum tenha apenas 30 dias de férias a cada ano, e o vereador gozar de três meses. “Noventa dias, por quê? Neste tempo de crise temos que ter uma visão de melhoras, com mais agilidade, com mais trabalhos, pois sabemos das nossas atribuições e muito mais das necessidades da nossa comunidade”, pontou o vereador.

“Sendo assim, a redução do período de recesso legislativo beneficiará toda a coletividade livramentense, vez que serão realizadas um maior número de sessões ordinárias, que sem dúvida alguma é o meio principal de interlocução entre o legislativo e o executivo municipal, pois é através das sessões que os vereadores formalizam suas reivindicações através de indicações, requerimentos e projetos que vão de encontro aos interesses da população”, ressaltou ainda mais o vereador Edésio Pompilho na sua justificativa.

Com esta alteração, o número de Sessões Ordinárias passará de 18 para 21. Junto a isso o atendimento à população também será ampliado, visto que os parlamentares já contam com salas próprias para desenvolverem suas atividades.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta