Prefeito de Cuiabá anuncia aporte de R$ 100 milhões do governo federal para obras do novo Pronto Socorro

0 9

Foto: Luiz Alves

As audiências que o prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde Huark Douglas Correia tiveram com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi e com o ministro-chefe da secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, além de encontros com o próprio presidente da República, Michel Temer, nos últimos 45 dias em Brasília resultaram em um grande benefício para a população mato-grossense. O governo federal destinou um recurso na ordem de R$ 100 milhões para Cuiabá. Esse dinheiro será utilizado para o término das obras do novo Pronto Socorro e aquisição de equipamentos.

Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (14) na sede da Prefeitura de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou oficialmente a vinda desses recursos e que esse benefício só foi possível graças ao trabalho e empenho do ministro Blairo Maggi e do senador Wellington Fagundes.

O prefeito contou que Blairo Maggi o comunicou sobre o programa “Chave de Ouro” do presidente Michel Temer, que tem o objetivo de aportar recursos para a conclusão de obras de impacto para as cidades. Tanto o prefeito, quanto o ministro acharam que seria essencial para acelerar as obras do novo Pronto Socorro de Cuiabá. A partir de então começaram os trâmites legais para o cadastramento no programa, o que foi feito em tempo recorde com o empenho da equipe da Secretaria Municipal de Saúde. Com a documentação correta, Emanuel Pinheiro teve a sinalização positiva do presidente Michel Temer de que Cuiabá será uma das cidades contempladas com o aporte.

“Esta era uma oportunidade única e a agarramos com unhas e dentes. Com a vinda destes R$ 100 milhões conseguiremos entregar o novo Pronto Socorro em dezembro deste ano. Usaremos R$ 30 milhões para a conclusão das obras físicas e os R$ 70 milhões restantes para equipar todo o Pronto Socorro. A obra física será entregue em 30 de novembro e a inauguração da unidade será feita na data em que o presidente Temer escolher no mês de dezembro, pois ele estará presente para entregar esta grande obra para a população do estado”, contou o prefeito.

Emanuel explicou ainda o que será feito com os R$ 82 milhões do convênio assinado com o governo do Estado, oriundos da bancada federal. “Destes recursos usaremos R$ 12 milhões para completar a aquisição dos equipamentos do novo Pronto Socorro e os outros R$ 70 milhões serão usados para o custeio da nova unidade hospitalar e do Pronto Socorro atual, que será transformado em Hospital materno-infantil e leitos de retaguarda”, revelou.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta