Parabéns, Cuiabá!

18

Nossa querida Capital completa 300 anos de fundação nesse dia 8 de abril, segunda-feira. É uma data muito importante para todos que aqui nasceram como também para os que vieram ganhar a vida nessa terra.

A história da nossa cidade é muito rica. Antes mesmo da chegada dos bandeirantes, índios Coxiponé e Bororo já habitavam essa região vivendo da caça e da pesca. De lá para cá, as tradições indígenas se misturaram com os costumes vindos de todos os cantos do país. A importância dos povos originários, no entanto, é inegável.

A fundação de Cuiabá tem origem nas primeiras expedições de Manoel de Campos Bicudo, por volta de 1673 a 1682, quando ele criou um acampamento na localidade que hoje abriga a comunidade São Gonçalo Beira Rio, na região do Coxipó, conhecida pela cerâmica e pesca e onde sempre vivi.

Foi só em 8 de abril de 1719, quando Paschoal Moreira Cabral lavrou um termo comunicando a coroa portuguesa sobre a descoberta de ouro às margens do Rio Coxipó, que Cuiabá foi considerada oficialmente fundada. Por isso, a data 8 de abril nos é tão importante.

Nesses 300 anos, muita coisa mudou. Chegamos a ser sede da capitania de São Paulo, quando o capitão-general e governador Rodrigo Cesar de Menezes se transferiu para cá por conta das notícias de descoberta de muito ouro. Ele trouxe uma comitiva formada por mais de 3 mil pessoas. Isso ocorreu no ano de 1726.

Passamos a ser Capital de Mato Grosso em 28 de agosto de 1835 através de lei sancionada pelo então presidente da província, Antônio Pedro de Alencastro. Já fomos uma das sedes da Copa de 2014. Somos a Capital do Pantanal e do agronegócio. E ainda temos muito a crescer.

Apesar dos anos, Cuiabá continua sendo uma cidade que convive com o moderno e alguns hábitos interioranos sempre tendo o rio Cuiabá como referência da cultura e gastronomia. Por isso, nesses 300 anos aproveitamos para celebrar toda a riqueza da nossa história e também projetar o futuro. Viva Cuiabá de Zé Bolo Flô, Augusto Leverger (Barão de Melgaço), Dom Aquino Corrêa, José de Mesquita, Estevão de Mendonça, Lenine Póvoas, Maria Taquara, Ana Maria do Couto May, Gervásio Leite, Mãe Bonifácia, Zulmira Canavarros, Liu Arruda, Dunga Rodrigues, Leovegildo de Melo, Gustavo Kulman, Padre Ernesto Camilo Barreto, Rubens de Mendonça, Manoel de Barros, Dona Eulália, João Balão, João Batista Jaudy, Coronel Octayde Jorge da Silva, Dona Bem Bem, Antônio “Fabico” Pinheiro e tantos outros ilustres e anônimos que contribuem com nossa história.

ALLAN KARDEC BENITEZ é deputado estadual licenciado e atual secretário de Cultura, Esporte e Lazer em Mato Grosso.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta