Crea-MT e AL-MT cria CST da Agronomia e da Engenharia

90

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) e a Assembleia Legislativa do Estado (AL-MT), instalaram nesta terça-feira (14/05) a Câmara Setorial Temática para estudar e discutir estratégia da agronomia e da engenharia para o crescimento sustentável do estado de Mato Grosso. A CST tem o prazo de 180 para fazer o levantamento sobre o assunto, mas pode ser prorrogada por um período igual.

O presidente do Crea Mato Grosso, João Pedro Valente destacou que CST contribuirá para a formatação de projetos de lei para o desenvolvimento e crescimento do Estado, afirmando a participação intensa do Conselho durante os trabalhos desempenhados pela nova Câmara Setorial Temática, agradecendo a participação honorifica dos conselheiros do Crea-MT.

“A CST atual trata do desenvolvimento da agricultura no estado de Mato Grosso e, por isso, entende que há duas vertentes: uma do agronegócio bem desenvolvido e pujante no cenário nacional, a outra da pequena propriedade com dificuldade de subsistência. Mas há um entendimento e que todos criem condições de sobrevivência em suas propriedades e, com isso, ajudem a promover o desenvolvimento do Estado, além oportunizar a participação de todas as entidades de classe do Estado, através dos seus representantes.

A nova Câmara Setorial Temática estará aberta a receber todas as contribuições originárias de profissionais da área que vierem ao encontro dos temas específicos ”, detalhou Pedro Valente.

Durante a instalação da CST, o deputado Sebastião Rezende (PSC), fez a entrega do relatório da Câmara Setorial Temática que discutiu o “fortalecimento da engenharia e do desenvolvimento logístico de Mato Grosso. Essa CST foi criada em 2017. O relatório foi formatado pelo procurador da Assembleia Legislativa, Ricardo Riva.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta