Segmento do varejo de construção em Mato Grosso apresenta aumento nas vendas em março

84

Os lojistas do varejo de material para construção, encerram o  mês de março com um aumento de 2% em suas vendas em relação a Fevereiro.

As informações são do tracking mensal da Associação Nacional de Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) que também mostrou que os varejistas estão otimistas com as ações do novo governo: 70% dos entrevistados acreditam que as vendas devem aumentar em abril .

Para o presidente da Associação dos Comerciantes do Varejo de Material para Construção de Mato Grosso, (Acomac/MT),  a região centro-oeste se posiciona acima das outras regiões do Brasil, com o maior crescimento  no aumento de vendas de material para construção.

“Nós tivemos um aumento no consumo de fevereiro a março deste ano bastante relevante, tendo em vista que o período chuvoso atrapalha as vendas do setor. Mesmo assim, registramos um crescimento, apesar que se comparamos ao mesmo período do ano passado, tivemos uma perda de venda, mas a confiança positiva do consumidor reflete nas compras a tendência é que o ano seja positivo”, afirma Nascimento.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, porém, os números apresentam uma queda de 9%. Uma das razões para este percentual desfavorável foi o carnaval, que em 2019 foi no mês de Março. Também o excesso de chuvas prejudicou os resultados

No comparativo com o mesmo trimestre de 2018 o resultado está igual , sem crescimento , já nos últimos 12 meses o crescimento está em 4%. O tracking Anamaco ouviu 530 lojistas de todo o Brasil que comercializam itens básicos (como cal, cimento, areia), material elétrico e hidráulico. pintura, revestimento cerâmico, entre outros.

A região centro-oeste apresentou crescimento de 7%. Já as demais tiveram crescimento de 2%. Questionados se pretendem contratar funcionários em abril, 19% dos lojistas responderam que sim. Para 48% dos comerciantes, 2019 será um ano de crescimento- tanto que pretendem investir em seus negócios nos próximos 12 meses.

É importante lembrar que o nosso o setor vai bem quando a economia vai bem. No ano passado, o faturamento foi recorde: R$ 122 milhões de reais. A tendência é continuar crescendo agora. A previsão de crescimento para este ano é de 8.5% em 2019 comparando com 2018.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta