Prefeitura investe cerca de meio milhão na ampliação do Hospital Municipal

69

Visando atender de melhor forma a população, o prefeito de Santo Antônio de Leverger, Valdir Castro Filho (PSD) está realizando através de Secretaria Municipal de Saúde, obras de ampliação do Hospital Municipal, com a Unidade Descentralizada de Reabilitação –UDR.

O secretário de saúde do Município, Marcos Teixeira explicou que o projeto é um complexo, com unidade de reabilitação e um laboratório, que vai auxiliar o Hospital Municipal a ampliar o atendimento à população.

“Nós estamos trabalhando desde 2015 para conseguir a liberação deste recurso, com objetivo de ampliar esta Unidade Descentralizada de Reabilitação, ao todo, estão sendo investidos R$ 459,828, sabemos das necessidades da população, infelizmente as coisas não acontecem na velocidade que desejamos, mas graças a Deus e ao empenho dos nossos colaboradores, o recurso já está disponível, os projetos prontos, a obra licitada, e em poucos dias, termos condições de proporcionar mais este benefício para o povo de Santo Antônio de Leverger”, explicou Valdirzinho.

A obras está sendo realizada em conjunto, com recursos oriundos do Governo Federal, Governo do Estado de Mato Grosso e Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Leverger.

A obra que está orçada em cerca de R$ 500 mil, começou nesta semana, e tem a previsão de ser entregue em seis meses, ou seja, os meses de agosto e setembro de 2020.

Para a população, a obra vai beneficiar diretamente aqueles mais necessitados, porque agora não irão mais precisar se deslocar para outros lugares, em busca de atendimento. “Nós só temos que agradecer ao prefeito Valdirzinho e toda sua equipe, que conseguiram realizar mais este benefício para os moradores de Leverger”, declarou uma moradora.

O prefeito Valdirzinho disse que esta ampliação vai proporcionar maior comunidades às pessoas que dependem do sistema público de saúde, desta forma, a ordem foi para intensificar os serviços para que a UDR seja entregue o mais breve possível.

“A maioria das pessoas que buscam nossas unidades de atendimento de saúde, são da zona rural, já percorrer grandes distancias até chegarem na sede ou nos distritos, temos que estar preparados para atender da melhor forma possível”, ressaltou Valdirizinho.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.