Projeto Bairro Integrado de 2018 leva serviços ao CPA 3 pela PM

226

A quinta e última edição de 2018 do projeto Bairro Integrado, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), será realizada na sexta-feira (30.11), na Escola Estadual Leovegildo de Melo, no bairro CPA 3 – setor 5, em Cuiabá, a partir das 9 horas. Lançada em junho deste ano, a iniciativa tem como objetivo a prevenção à violência, aproximando a comunidade e os estudantes dos agentes da Segurança Pública, com orientações, palestras e bate-papos com as crianças e adolescentes.

 

Este ano, o projeto atendeu 5.540 estudantes de 88 salas de aulas de escolas públicas com emissão de documentos pessoais, confecção de boletins de ocorrências, palestras sobre cidadania, estandes das forças de segurança e terapias alternativas. A iniciativa contemplou, até o momento, as Escolas Estaduais Mario de Castro e Maliki Didier, no bairro Pedra 90, em Cuiabá; Ana Maria do Couto, no bairro CPA II, também na Capital; e Nadir de Oliveira, no bairro Jardim Glória I, em Várzea Grande.

 

Os serviços prestados tanto aos estudantes quanto aos familiares totalizaram 1.034, sendo 28 da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), 718 da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), 45 da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), 170 da Defensoria Pública, e 73 da Assembleia Legislativa (ALMT), por meio do Qualivida.

 

Na última edição de 2018, participam ainda a Energisa, com caminhão educativo; o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), com orientações e também um simulador de direção; Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer); e as Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec e o Grupo Especial de Especial de Fronteira (Gefron) montarão estandes para apresentar o trabalho que realizam, além de atividades interativas para os estudantes.

 

Além disso, o projeto promove um concurso de redação entre os estudantes, no qual os melhores colocados são contemplados com um sobrevoo em uma aeronave do Ciopaer. “Nós acreditamos que a prevenção à violência começa com as nossas crianças, para que possamos mostrar bons exemplos a serem seguidos. Temos tido um retorno muito positivo nas escolas em que realizamos o projeto, com o fortalecimento do vínculo entre famílias, escola e Segurança Pública, que trabalham juntos para garantir um futuro melhor para os estudantes”, ressalta o titular da Sesp-MT, Gustavo Garcia.

Deixe uma resposta