Mauro Mendes vence quebra de braço com Fórum Sindical e sindicalistas deixam Plenário da AL

345

Após serem derrotados nas suas reivindicações, quase três dias dentro do Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, os servidores públicos estaduais deixaram as dependências do legislativo decepcionados, mas de forma pacífica. Entretanto, os sindicalistas avaliam a realização de uma greve geral por tempo indeterminado.

Eles acreditavam que ao invadirem o Plenário, poderiam impedir a votação dos projetos do governo Mauro Mendes (DEM). No entanto, os deputados usaram da prerrogativa de aprovaram em primeira e segunda votação,  os projetos dentro da sala do presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (DEM).

Ao todo forram votados 13 votos projetos entre eles o que trata da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), alterações no sistema previdenciário, reforma administrativa, a extinção de empresas estatais e a redução de secretarias e de cargos.

Deixe uma resposta