Deputada destaca aprendizado e responsabilidade de comandar a Assembleia

205

Depois de 47 dias presidindo a Assembleia Legislativa (ALMT), a deputada estadual Janaina Riva (MDB) devolverá na segunda-feira (3) o comando para o presidente licenciado, Eduardo Botelho (DEM), reassumindo a cadeira de vice. Segundo a parlamentar, o período foi um marco para todas as mulheres de Mato Grosso. Ela não descarta disputar o comando da Casa de Leis futuramente.

“Foi um período importantíssimo de crescimento profissional e pessoal. Foi uma oportunidade ímpar de eu mostrar aos meus colegas deputados, que são 23 homens, que eu tenho capacidade para administrar a Casa de Leis. Mesmo em pouco tempo eles conseguiram visualizar um pouquinho do meu perfil, do meu modelo de atuar”, disse.

Na avaliação da parlamentar, o ponto de destaque de sua atuação frente à presidência da Assembleia foi justamente a grande produtividade com relação ao andamento das sessões, limpeza de pauta, bem como a resolutividade administrativa.

“Com certeza destaco a nossa produtividade nesse período. A Assembleia nunca produziu tanto em tão pouco tempo. Foi minha a insistência com o quórum para as sessões que tiveram a participação em massa dos parlamentares, a cobrança permanente, algumas atitudes simples como a criação de grupos de trabalho, alguns junto ao próprio governador e secretários dando dinamismo quando os deputados têm dúvidas sobre o projeto”, explicou.

Um levantamento feito pela assessoria legislativa da Casa mostra que noss 47 dias, 27 sessões plenárias foram realizadas, 20 delas ordinárias e 7 extraordinárias convocadas pela presidente. Outro ponto do levantamento mostra que 150 projetos de lei foram apresentados, uma PEC, 10 Projetos de Lei Complementar e 62 Projetos de Resolução passaram a tramitar.

“Esses números são excelentes e demonstram a confiança dos parlamentares em mim. Por mais que às vezes essa atividade parlamentar em si tome bastante tempo do parlamentar que quer ficar em gabinete atendendo as pessoas e isso é natural, mas essa chamada de ‘mãe’, de mulher, fez total diferença na hora de a gente produzir”, exemplificou.

Ao ser questiona se depois da experiência pretende pleitear o cargo futuramente, Janaina disse acreditar que isso é resultado de trabalho e uma construção diária. “Acho que sim, numa outra oportunidade, até porque isso precisa ser construído. Eu brinco que mudei muito à frente da Assembleia”, finalizou.

Projetos Futuros

Janaina afirma que agora, com o retorno do Botelho, quer retomar as agendas no interior do estado e ficar mais próxima de sua base, coisa que a presidência dificultou bastante.

“Quero agora estar mais presente no interior, acho que eu fiquei muito distante neste período. Ocupando a presidência eu fiquei muito vinculada à Assembleia Legislativa e não consegui atender como eu queria os vereadores e prefeitos que estão lá na base e que precisam que eu esteja mais próxima”.

O presidente licenciado, Eduardo Botelho, retoma suas atividades nesta segunda-feira (03.06), às 8h30. Na oportunidade será realizado um culto ecumênico com os servidores da presidência.

(Com informações da assessoria)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.