Índios de Mato Grosso fazem curso do Senar para trabalhar na agricultura

154
O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) capacitou 15 índios da etnia Xavante para operação de tratores. Buscar conhecimento para trabalhar na agricultura foi o primeiro passos dos indígenas para mudar o cenário de miséria e fome, que tem castigando aldeias no sudeste de Mato Grosso.

O jovem Mauro Jacinto, de 19 anos, gostou da experiência. Ele concluiu o ensino médio e sonha em fazer agronomia, para ajudar toda a reserva Sangradouro. “Para mim, é um grande caminho esse em que estou entrando. Vai agregar renda a minha comunidade”, diz.

Clever Cunico, instrutor de Operação de Máquinas do Senar-MT, está trabalhando pela primeira vez com o povo indígena e está bastante surpreso. “Eles fazem perguntas e estão realmente interessados em aprender”, afirma.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.