Brasil faz 3×1 sobre o Peru e se sagra campeão da Copa América 2019 no Maracanã

94

Sid Carneiro

O Brasil mostra força no maracanã e se sagra campeão da Copa América 2019 ao derrotar o Peru por 3×1, com gols de Everton Cebolinha que abriu o placar brasileiro, além de Gabriel de Jesus e Richarlison de penalti. O peruano Paolo Guerrero descontou ainda no primeiro tempo empatando a partida, mas que foi revertida antes do segundo tempo. O Brasil é campeaõ da competição ela nona vez e a conquista de hoje (7) melhora sua colocação no ranking das prinicpais seleções de futebol. O jogo teve um público de 58.584 pagantes e 11.402 não pagantes e uma renda de 38.769.850,00.  O VAR também foi destaque por duas vezes na partida.

Na primeira fase, o  Brasil venceu o Peru por 5×0, mas os peruanos não se abateram e despacharam o Chile e o Uruguai para enfrentar a seleção novamente. O primeiro tempo foi como o esperado, com o Brasil atacando o Peru e marcando já nos 15 minutos com gol de Everton Cebolinha, que escorou uma bola cruzada da direita por Gabriel de Jesus e fez seu terceiro gol na competição. Gabriel de Jesus também marcou ao receber uma bola de Arthur e tocar no canto esquerdo do goleiro Pedro Galesse e no final, Richarlison fez de pênalti. Paolo Guerrero anda fez o gol de honra do Peru de pênalti.

Na arquibancada, Neimar e o ex-sãopaulino, Nenê comemoraram o gol de Cebolinha, assim como o presidente da República, Jair Bolsonaro, que estava acompanhado do ministro da Justiça, Sérgio Moro, além do ex-tenista, Gustavo Kurten,o Guga.

Aos 23 minutos, o Brasil quase amplia com um chute de três dedos de Felipe Coutinho que recebeu o cruzamento de Firmino. Depois Firmino cabeceou para fora do gol de Pedro Gallese, aos 35 minutos.  O Peru atacou pouco sem criação à zaga do Brasil e aos 40 minutos, Thiago Silva escorregou e caiu com a mão sobre a bola chutada por Cueva que buscava Guerrero na área e a bola bateu em Thiago Silva na tentativa de corte que foi interpretado como bola na mão pelo árbitro Roberto Tobar.

Guerrero bateu colocado e chegou ao 13ª gol no Maracanã (somando seleção e clubes) e três gols nesta edição da Copa América. Mas o Peru fez  apenas quatro finalizações e o gol.

Nos acréscimos, aos 48 minuto, Firmino ganhou a bola no meio que chegou para Arthur mandar um bolão para Jesus na área e na frente do peruano Zambrano o brasileiro ampliou para 2×1. E o jogo acabou com Guerrero decepcionado com o resultado.

O segundo tempo o Peru voltou sem alterações e o Brasil também, porém, focado no gol. O Peru se defendia e vez em quando roubava uma bola que não chegava ao campo do Brasil.

O técnico argentino Carega que treina o Peru, pedia qualidade e velocidade nos poucos contra-ataques. Aos 18 minutos a partida ficou tumutuada no meio de campo e as duas equipes não chegavam ao gol. O Peru teve uma falta ao seu favor, mas não finalizou a jogada. Aos 21 minutos, o Peru ganhou o espaço no lado direito da área do Brasil e o time brasileiro começou sentir dificuldade de se defender, o que é um grave problema para a seleção brasileira, que tem Thiago Silva, Marquinhos e Allison, atrás.

Aos 23 minutos Zambrano derruba Gabriel de Jesus e recebe cartão amarelo pela falta. Em seguida, aos 25 minutos, Gabriel de Jesus levou cartão vermelho, após se entrar com falta grave em Zambrano.

Com dez em campo, o Brasil passou a ter dificuldades para segurar o Peru que sentiu o bom momento e deu pressão.  Depois de uma falta e a bola sobrar na área Flores emendou a bomba que saiu a esquerda de Allison.

Tite tirou Firmino e colocou Richarlisson aos 29 minutos na tentativa de ganhar mais força no meio de campo e reforçou a zaga com Eder Militão no lugar de Felipe Coutinho que armava as jogadas.

O Peru substituiu Youtun por Rui Dias que marcou com a mão na Copa América de 2007 e eliminou o Brasil. O jogo ficou tenso para o Brasil que dominou pouco a bola, mas numa arrancada de Everton Cebolinha aos 41 minutos o peruano Zambrano fez falta, quando Cebolinha invadiu a área em direção ao gol e foi derrubado com um empurrão de ombro. O juiz que apitou pênalti consultou o VAR e confirmou o pênalti. Richarlison bateu aos 44 minutos e deu a vitória ao Brasil, 3×1.

 

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta