Deputado avalia como positivo grande número de filiação ao PSL de MT

222

A cúpula do PSL reuniu ontem (17), mais de três mil pessoas em ato de filiação realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso,  em Cuiabá. O evento foi comandado pelo presidente estadual do partido, o deputado federal, Nelson Barbudo e a vice-presidente, senadora Selma Arruda, além de contar com deputados estaduais, prefeitos e vereadores da sigla.

O deputado Sílvio Fávero avaliou que o evento serviu para que o PSL se fortaleça para as eleições 2020. “Não foi só nas eleições que o povo apoiou Bolsonaro. O povo está aqui. O PSL precisa de novas lideranças e de pessoas que defendem a família, Deus, e acima de tudo, o combate à corrupção.

Silvio disse que o PSL continuará com o trabalho para a ampliar novos filiados nos 141 municípios. “O PSL precisa de musculatura, precisamos ajudar o presidente. Isso é importante para nós”, disse o deputado.

Entre os que se filiaram ao PSL neste sábado estão os prefeitos Leocir Hanel (Nobres) e Antônio Domingos Rufatto (Paranaíta) que eram do PSDB. Outro que aderiu foi  Jonas Canarinho (Aripuanã), que estava sem partido.

A sigla trabalha para encerrar o mês de agosto, com novas adesões e atingir a casa dos cinco mil filiados. Vereadores também são aguardados, mas aguardam janela. O partido conta hoje, com representatividade em 126 cidades mato-grossenses e comanda as prefeituras de Tapurah, Sapezal, Campo Novo, Paranaíta, Nobres e Aripuanã.

Segundo Barbudo, o resultado do evento correspondeu às expectativas e serviu para mostrar força política. Isso porque, mais de cem municípios foram representados no encontro. A ideia, conforme Barbudo, é que o PSL chegue aos quatro cantos do Estado, ou seja, nos 141 municípios.

“Nós do PSL acreditamos, sim, no Brasil. Acreditamos que é possível fazer política sem roubalheira e prova disso, são os nossos representantes que apoiam a transparência com o dinheiro público, que pensam no futuro das famílias brasileiras, que estão preocupados com futuro da nossa população”, destacou.

De acordo com o advogado e secretário-geral do partido,  Carlos Hayashida a campanha continuará  no estado até o dia 31 de agosto, na expectativa de encerrar o mês com 5 mil filiados. “Estamos trabalhando para isso. O PSL está preparado para a disputa e vamos enfrentar mais um pleito, nessas eleições de 2020”, afirmou.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.