Equipe da Rota Oeste ajuda no nascimento de bebê em santo Antonio de Leverger

15

Hoje, o ‘choro’ na BR-163/364 foi de alegria e junto com ele a socorrista da Rota do Oeste, Neuzeli Souza Caldeira (23 anos), realizou um sonho profissional: participar de um parto. O nascimento da menina (que ainda não teve o nome escolhido) aconteceu pouco depois das 8h da última sexta-feira (4), quando a equipe de resgate da Concessionária foi acionada para prestar socorro à Elaine Moraes dos Santos de 31 anos, que estava em trabalho de parto no km 353 da BR-364, em Santo Antônio de Leverger.

Socorrista Neuzeli realiza sonho na BR-364

A mãe relata que hoje cedo foi ao posto de saúde da Agrovilla das Palmeiras, onde mora, e na sequência acionou o resgate da Rota do Oeste para ser encaminhada até um hospital de Cuiabá. O encontro entre paciente e equipe de resgate ocorreu em uma lanchonete às margens da rodovia. “Eu não sabia que estava na hora da criança nascer. Foram uns anjos que apareceram no meu caminho e me ajudaram com muita atenção e tranquilidade”, comenta Elaine sobre os funcionários da Rota envolvidos no atendimento.

Responsável por amparar o bebê durante o nascimento, a socorrista Neuzeli relata que o parto foi muito tranquilo, rápido e emocionante. Logo após entrar na ambulância, Elaine passou a contar com os procedimentos e a socorrista percebeu que a criança nasceria logo.

“Avisei a mãezinha que tinha chegado a hora e o parto aconteceu. Se me perguntarem qual a história mais marcante que tenho nesses quatro anos de Rota do Oeste, seguramente responderei que foi o nascimento dessa menina linda e saudável. Hoje tive o dia mais feliz da minha vida profissional”, comenta Neuzeli.

Como parte do atendimento prestado pela Rota do Oeste, a equipe da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) móvel foi ao encontro da criança e da mãe para verificar se estava tudo tranquilo. Ao receber mais esse atendimento e, claro, tirarem uma foto de comemoração com as equipes, as duas foram levadas até o Hospital e Maternidade Santa Helena, em Cuiabá.

Também fizeram parte dessa história: Juliandre do Amaral, Dênis da Cunha Ormond, Alexandre Togoe, Nilton Correia, Jorge Augusto e Franciele Nascimento.

Atendimento – Desde 2014, quando teve início a prestação dos serviços operacionais ao longo dos 850 quilômetros sob concessão, a Rota do Oeste já realizou mais de 32 mil atendimentos médicos. Destes, 16 foram relacionados a partos. Em 17 de setembro passado, outra mãe contou com o apoio de resgate da Concessionária. Moradora de Jaciara, a mulher estava em casa quando iniciou o trabalho de parto.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta