Igreja afasta dois padres pedófilos por abusarem de jovem por 4 anos em Rondonópolis

111

A Diocese de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, emitiu Nota informando o afastamento e a abertura de um procedimento para apurar a conduta de dois padres suspeitos de abusar sexualmente de um adolescente. O caso começou a ser apurado após a tia do adolescente registrar um boletim de ocorrência no dia 11 do mês passado contra os padres.

Na denúncia, ela disse à polícia que o sobrinho disse ter sido assediado e abusado pelos suspeitos. A Diocese de Rondonópolis-Guiratinga informou que os padres estão afastados das funções eclesiais desde o dia 19 de novembro.

A Polícia Civil confirmou a denúncia. Entretanto, o caso será investigado de forma sigilosa por envolver menores de idade.

Em denúncia à polícia, a mulher disse que um terceiro padre teria perguntado sobre o sobrinho dela, durante uma confissão. Ela então questionou adolescente sobre o que estava acontecendo.

O adolescente disse que os abusos por parte de um dos padres ocorreram entre os anos de 2015 e 2019. Inicialmente, conforme a denúncia, o padre o assediou, pedindo fotos íntimas, dando presentes e convidando-o para sair.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.