Walace Guimarães se articula para disputar a prefeitura de Várzea Grande

115

Foto: arquivo

O ex-prefeito e ex-deputado estadual e médico, Walace Guimarães se articula para disputar a prefeitura, nas eleições municipais de outubro deste ano, diante de um cenário politico, no qual, a atual prefeita Lucimar Campos (DEM), não poderá disputar a reeleição. O assunto foi tratado, durante uma entrevista concedida por Walace Guimarães a um canal de TV no Facebook na tarde desta quinta-feira (23), em Cuiabá.

Walace Guimarães afirmou que sempre esteve atento aos acontecimentos da cidade nos bastidores politico. “Considero que fui afastado injustamente, num prazo de 24 horas, sem qualquer possibilidade de defesa, mas depois disso nunca me afastei das demandas da cidade, até porque, moro e tenho minha vida toda construída há mais de 30 anos no município”, disse Walace.

Segundo ele, a sua pré-candidatura é um dos desafios que pretende enfrentar na avaliação dos eleitores várzea-grandenses. “Consertamos a cidade que estava acabada, com a folha de pagamento atrasada e os consignados atrasados, um mês sem coleta de lixo, sem certidões para receber repasses constitucionais e emendas parlamentares e sem licitações em todas as áreas”, disse.

Walace ressaltou que, assumiu a prefeitura com mais de R$ 400 milhões de dívidas, incluindo folha de pagamento atrasada, sem expectativas de melhorias nos direitos trabalhistas dos servidores, que foram revistos com a criação do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS). Além disso, uma dívida previdenciária de R$ 135 milhões e dos 700 quilômetros de asfalto, 600 estavam destruídos. Ele fez 207 quilômetros de recuperação asfáltica. “Nesses dois anos, consegui atualizar as certidões do município para recuperar os recursos acima de R$ 300 milhões do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e deixei 85% dos projetos do PAC aprovados na Caixa Econômica Federal e que estão sendo aprovados pela atual gestão”, esclareceu.

Além disso, Walace afirmou que deixou a primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA), pronta para inauguração em maio de 2015, totalmente equipada, incluindo o Posto da Saúde da Família (PSF) no bairro Ouro Verde. Ele disse também, ter iniciado as obras de outros 14 PSF e mais 14 creches, em Várzea Grande, que foram continuadas pela atual administração. “Preparei o município em dois anos e tive a infelicidade de ser cassado injustamente. Agora, me sinto em condições de ser avaliado pela população novamente para darmos continuidade aos projetos atuais e os futuros, que vão manter a nossa cidade no rumo do crescimento”, afirmou.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.