Em Sorriso, mulher foi indiciada planejar morte de ex-marido com ajuda de um amante para receber seguro

210

A Polícia Civil indiciou uma jovem suspeita de matar o marido com a ajuda do ex dela em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Thaynara Carolyne Delneiro de Moraes, de 21 anos, chegou a ser presa e também foi dada como inocente pela polícia ao longo das investigações. Ela e Sidnei Vicente Verginio foram soltos por falta de provas e respondiam em liberdade.

A Polícia Civil concluiu que ela teria conhecimento do crime e passou informações para outras pessoas que participaram do assassinato de Mário Felipe Gualberto Abreu, de 28 anos. A reportagem não localizou a defesa dos suspeitos. Os dois foram indiciados por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

O crime envolveria um seguro de vida da vítima. Mário foi assassinado a tiros na frente de casa quando chegava do trabalho no dia 22 de março de 2019. A informação à época era a de que uma pessoa se aproximou, de moto, atirou contra o rapaz e fugiu.

A vítima não tinha problemas com drogas, não tinha desafetos e nem passagem pela polícia. As investigações apontam que o crime teve motivação passional. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público de Mato Grosso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.