Em evento evangélico, Bolsonaro reafirma que Estado é laico, mas ele não

60

O presidente Jair Bolsonaro foi ao evento evangélico realizado no estádio nacional de Brasília, o Mané Garrincha. Bolsonaro saiu do Palácio da Alvorada por volta de 16h30 e retornou pouco antes de 19h. Antes de ir ao evento, criticou a imprensa e fez 1 gesto de “banana” a jornalistas.

No evento, Bolsonaro disse para a platéia de evangélicos que eles foram 1 “ponto de inflexão” nas eleições de 2018, quando foi eleito presidente. Vocês decidiram, vocês mudaram o destino do Brasil. Devo a Deus a minha vida, devo a vocês a missão de dar 1 norte para o destino do nosso Brasil”, afirmou. Assista ao discurso (4min48s):

No evento, Bolsonaro voltou a afirmar que o Estado é laico, mas que ele é cristão. Disse também que, se ele não sabe o que está fazendo no cargo, “Deus sabe”. E pediu “sabedoria e coragem” para decidir o futuro do país, mesmo sendo alvo de “perseguição, ataques e lutas por poder”.

“É muito bom estar entre amigos. Estou aqui porque acredito no Brasil e nós estamos aqui porque acreditamos em Deus. O Brasil mudou. Palavras antes proibidas começaram a se tornar comuns: Deus, família, pátria. Somos 1 só povo, uma só raça”, disse o presidente.

Bolsonaro ainda declarou não esperar que conseguiria vencer o “verdadeiro mecanismo” do establishment, e agradeceu aos fiéis. “Vocês fizeram diferença. Hoje, temos 1 governo que respeita os valores familiares, deve lealdade a seu povo e é temente a Deus”, afirmou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.