Governador elogia Bolsonaro pela entrega da BR -163 e cobra conclusão da BR -158 e ferrovias

748

Foto:tos: Mayke Toscano

Apesar de ter entregue hoje (14), um trecho de 51 quilômetros de asfalto entre Mato Grosso e o Pará até o porto de Miritituba (PA), o presidente da república Jair Bolsonaro (sem partido) ouviu elogios do governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) e também revindicações para concluir o asfalto da BR-158, na região Araguaia até a outra divisa com o Pará. Além disso, Mauro Mendes pediu ainda, efetivação nas futuras obras da ferrovias Ferrogrão (entre Sinop e Miritituba – PA) e a Ferrovia do Centro Oeste (Fico – de Campinorte em Goiás a Porto Velho em RO).

Jair Bolsonaro estava acompanhado do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, Lorenzon da Casa Civil e o Gerneral Heleno. O evento foi realizado nesta sexta-feira no KM 102 da BR-163, no Marco do Curuá, em Cachoeira da Serra, divisa do Pará com Mato Grosso.

“Deixo o  convite e o desafio ao ministro Tarcísio.  A  Ferrogrão,  que vai de Sinop até Mirituba, com trecho de  mil quilômetros, como os passos já dados,  com a celeridade que o projeto está tocado, com a importância que o agronegócio tem para o Brasil, que o presidente Bolsonaro possa começar e terminar no seu mandato essa ferrovia muito importante para o Brasil”, disse Mauro que chegou a ouvir um principio de vaia, quando foi chamado ao microfone.

“Também peço ao ministro Tarcísio e ao presidente Bolsonaro a construção da FICO e conclusão da BR-158, onde faltam poucos quilômetros para serem pavimentados, justamente que passam dentro de uma terra indígena criada há pouco tempo. Parabenizo o presidente Bolsonaro pela coragem de enfrentar a questão do licenciamento ambiental, propondo ao Congresso um novo marco. Precisamos preservar o meio ambiente e atender aos interesses da sociedade, destravando obras por todo país. Fazer do Brasil, não o país do futuro, mas do presente”, completou.

Já o ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas prometeu atender, pelo menos em partes, as reivindicações de Mauro. Afirmou que vai implantar a FICO  e trabalhar incansavelmente pela Ferrogrão.

Fim do gargalo

Sobre a entrega da BR-163, obra lançada em 1976 pelo ex-presidente da República Ernesto Geisel, durante a ditadura militar, Mauro lembrou que a logística sempre foi o maior gargalo da produção rural de Mato Grosso. Ainda ressaltou, diante de Bolsonaro, que o Estado é o maior produtor no país de soja, milho, algodão e proteína animal.

“Mato Grosso é o maior PIB do agro do país, mas a logística sempre foi o maior gargalo. E os brasileiros, que vieram de todos os lugares, sempre enfrentaram essas dificuldades. Uma viagem de caminhão de Sorriso a Miritituba levava 14 dias. Agora, com frete mais barato, todo país ganha. Agora, esse esforço será recompensado com produtos chegando de forma mais competitiva aos mercados de todo mundo e deixando mais recursos no país”, concluiu Mauro Mendes.

BR-163

Iniciada na década de 1970, a rodovia está completamente asfaltada entre Sinop e Miritituba (PA). O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o Exército Brasileiro concluíram as obras em 51 quilômetros entre Moraes Almeida e Novo Progresso, trecho que faltava para interligar, definitivamente, os dois Estados. A BR-163 começa no Rio Grande do Sul, atravessa todo o Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, indo até Santarém, no Pará. Além do asfaltamento, também foi realizada manutenção em 1.300 quilômetros na rodovia. O trecho liga Sinop  a Santarém.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.