Prefeitura prepara licitação para obras de avenida ao custo de R$ 125 milhões em Cuiabá

64

O Contorno Leste de Cuiabá, idealizado para ser a maior obra de infraestrutura dos últimos 50 anos, contará – ao longo dos seus 17,3 quilômetros – com pista dupla, ciclovia, pelo menos 13 rotatórias e duas pontes. O objetivo é atender mais de 200 mil habitantes da capital mato-grossense. A obra vai custar R$ 125 milhões.

Para coloca em prática a obra, a Prefeitura trabalha, neste momento, para que todos os estágios administrativos sejam concluídos o quanto antes. Nesta semana, o prefeito Emanuel Pinheiro assinou o contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) para o financiamento de R$ 125 milhões. O recurso é oriundo do programa Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA), destinado à execução de obras de mobilidade urbana.

Paralelo a isso, deve ser finalizado neste mês o processo licitatório para a contratação da empresa que executará a obra. O certame está dividido em dois lotes, sendo o primeiro para o trecho entre a Avenida Fernando Corrêa da Costa e o Rio Coxipó e o segundo para percurso do Rio Coxipó até a Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251). O Lote 1 está orçado em R$ 32.654.974, 90 e o Lote 2 em R$ 92.294,703,23.

Também está em andamento a concorrência pública para a edificação de duas pontes sobre o Rio Coxipó. O aviso do certame público para contratação da empresa que fará esse trabalho foi publicado no Diário Oficial de Contas do dia 10 de fevereiro. Ainda na fase inicial, o processo tem a sessão pública de abertura marcada para o dia 16 de março.

Conforme o projeto, a via terá 17,3 quilômetros de pista dupla, cada uma delas constituídas por duas faixas de rolamento, de 3,60 metros, e acostamento. O projeto, resultado de uma série de estudos do Instituto de Planejamento (IPDU), foi elaborado para atender toda a pluralidade dos mais de 200 mil habitantes beneficiados diretamente. Dessa forma, a avenida possuirá também ciclovia em todo o seu prolongamento, calçada e canteiro central. Além disso, em pontos estratégicos, serão construídas ao menos 13 rotatórias e duas pontes sobre o Rio Coxipó.

A edificação do Contorno Leste está dividida em cinco principais etapas, sendo elas terraplanagem, drenagem, pavimentação, sinalização e obras complementares. Na fase de terraplanagem estão previstos os serviços de escavação e compactação do solo. Para a parte de drenagem será construído todo o sistema de escoamento de águas pluviais como bueiros, dreno, meio-fio e sarjeta.

A partir disso, a obra entra na reta final com a construção da pavimentação, na qual serão feitos os trabalhos de subleito, sub-base e base, e a cobertura da via com a massa asfáltica. Na sequência, será executada a sinalização viária com a pintura das linhas de divisão de fluxo e instalação das placas de indicação e regulamentação. Por fim, a avenida será concluída com a instalação da iluminação e plantio de grama no canteiro central.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.