Lançamento de obras termina em pancadaria no Pedra 90

151

 

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) afirma que a confusão da manhã desta quarta-feira (11) foi uma reação do movimento comunitário que não aceitou provocação de um pequeno grupo. Afirma que tinha duas ou três pessoas gritando algumas palavras, mas que ele nem chegou a entender o que era. Diz ainda que tem pedido para seus apoiadores que não reagem às provocações.

“Nem ouvi o que falaram. O que existe é que tem milhares de apoiadores fanáticos pela gestão Emanuel Pinheiro e por Emanuel Pinheiro e tenho pedido que não caiam em provocação. Mas não posso evitar, daí já não é culpa minha. Não quero violência, não quero briga”.

Pinheiro disse que percebeu apenas que eram dois ou três gritando algumas coisas e que um deles, inclusive, estava elogiando ele.

Por meio de nota, a prefeitura lamentou a confusão durante lançamento de obras de recapeamento no bairro Nova Esperança, na manhã de hoje (11),

“Imperativo esclarecer que a Prefeitura de Cuiabá não compactua com situações que impliquem em violência e sempre irá primar pelo respeito e o direito de manifestação. Por fim, reafirma que não jamais coadunaria ou estimularia o debate que não seja alicerçado no debate e livre diálogo”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.