Medeiros abre mão de 50% do salário e VI por combate ao Coronavírus  

70

O deputado federal José Medeiros (Podemos), ao lado dos 11 outros parlamentares do seu partido na Câmara Federal, anunciou ontem (26) que abrirá mão de 50% dos seus salários em meio à crise do COVID-19. De maneira individual, Medeiros também confirmou que fará o mesmo com a verba indenizatória – VI, recurso disponível para gastos diversos dos gabinetes.

A ação de transferência automática de 50% dos salários dos 12 deputados do PODEMOS, já foi requisitada ao presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), por documento protocolado pelo líder do partido no Parlamento, Léo Mores (PODE/RO). O dinheiro será enviado ao Governo Federal para que o mesmo o utilize em políticas de combate ao coronavírus.

Segundo Medeiros, o objetivo dele e dos colegas de sigla é contribuir para a proteção das pessoas, mas também o de enviar uma mensagem aos demais representantes públicos.

“A quantia que repassaremos por mês não resolverá todos os problemas desta crise, mas se isso inspirar os demais 500 deputados e 81 senadores vamos conseguir uma quantia mais relevante. O mesmo vale para Judiciário e demais Poderes”, ressaltou.

O parlamentar mato-grossense relatou que sua ação de também abrir mão de 50% da VI foi oficializada em um outro documento enviado a Maia, solicitando que a medida se aplique a todos os 513 deputados.

“Enviamos essa sugestão ao presidente da Casa e se a medida for efetivada em todo o parlamento teremos R$ 10 milhões a mais para combater a pandemia. De nossa parte, faremos independente da aplicação geral”, adiantou.

Quanto aos recursos economizados pela VI, Medeiros ponderou que sejam prioritariamente utilizados na aquisição de equipamentos de proteção a agentes de saúde e de segurança pública. “São profissionais que estão arriscando sua própria vida por todos nós, não pararam sua atividade em nenhum minuto e merecem tudo que pudermos fazer para ampará-los”, frisou Medeiros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.