Presidente do TCE-MT acompanha comitiva do governador Mauro Mendes às obras de reforma do Hospital Metropolitano em VG

65

O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, visitou nessa sexta-feira (17), às obras de reforma do Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, que receberá 200 novos leitos para pacientes contaminados pelo novo coronavírus (COVID-19).

Maluf e a força tarefa criada no TCE-MT para auxiliar gestores de todo o Estado no enfrentamento ao novo coronavírus acompanharam a comitiva do governador Mauro Mendes na visita às obras de ampliação do hospital. Os novos leitos não são provisórios, ou seja, continuarão disponíveis à saúde de Mato Grosso após o fim da pandemia da COVID-19.

“Criamos uma Força Tarefa no TCE-MT para verificar in loco a existência dos leitos que vão ficar à disposição para receber os pacientes com o novo coronavírus. Hoje, estamos retornando ao Hospital Metropolitano, pois a nossa Força Tarefa já esteve presente observando que a obra está em andamento, e está avançada, é verdade, mas alguns leitos já deveriam ter sido entregues. O TCE-MT continua fiscalizando e vai continuar avaliando todas as entregas de leitos, porque a sociedade precisa, pois sabemos que não existe um prazo para essa pandemia acabar”, afirmou Maluf.

O presidente do TCE-MT elogiou a iniciativa do Governo de Mato Grosso de ampliar o Hospital Metropolitano e a estrutura continuar disponível depois da pandemia do novo coronavírus, diferente de outros estados que optaram por hospitais de campanha, que serão desativados após esse período.

“Se comparado a outros estados, Mato Grosso tomou iniciativas diferentes e vai ter uma estrutura a mais definitiva no Hospital Metropolitano. Neste ponto, o governo de Mato Grosso está de parabéns, na forma que conduziu esse investimento no combate ao novo coronavírus”, confirmou o presidente do TCE-MT.

No início do mês, após visita em todas as unidades que receberão pacientes acometidos pelo novo coronavírus em Cuiabá e Várzea Grande, a força tarefa do TCE-MT elaborou relatório técnico, apontando que naquele período, haviam 32 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis para o tratamento exclusivo de pacientes com coronavírus. O relatório foi elaborado pela Secretaria de Controle Externo (Secex) Saúde e apontou que em 15 dias, teriam disponíveis mais 86 leitos de UTI.

Também participaram da visita, o senador Jayme Campos, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo e demais autoridades.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.