Vereador quer shoppings, restaurantes, academias e feiras liberados

53

O  vereador Dilemário Alencar (Pode) informou nesta quarta-feira (22) que apresentou na Câmara Municipal uma Indicação Parlamentar endereçada ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB)  para que seja feita uma emenda ao Decreto nº 7.8860, de 20 de abril de 2020, onde seja incluído no referido decreto, os segmentos de restaurantes, lanchonetes, academias, shoppings, salão de beleza, feiras livres e do comércio de comida de rua e artesanato, para que possam também funcionar a partir da próxima segunda-feira, dia 27.

 

“Não quero ser imprudente, mas com a boa notícia de que Mato Grosso não registrou nenhum novo caso de Covid-19 nas últimas 24 horas, defendo que já é hora de apoiar a abertura desses segmentos, como já está ocorrendo em outras capitais, a exemplo de Florianópolis. Os comerciantes e trabalhadores desses segmentos não têm como continuar sem trabalhar, pois estão no limite, com dívidas de aluguel, salários e muitos trabalhadores com falta de alimentos para suas famílias. Será muito difícil para esses segmentos ter que esperar até o dia 10 de maio por uma nova decisão do prefeito de Cuiabá”, justificou o vereador Dilemário.

 

Para que os segmentos voltem a  funcionar,  Dilemário diz que a prefeitura tem que fazer um fiscalização rigorosa para que todos cumpram a  exigência de medidas de segurança contra o coronavírus, onde os comerciantes disponibilizem máscaras e álcool em gel para funcionários, observem o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre pessoas e não permita a entrada de clientes nos estabelecimentos que não estejam usando máscaras.

 

“Penso que tem que haver uma combinação de proteção a saúde das pessoas com a retomada segura das atividades econômicas. O poder público deve ser  rígido na fiscalização e haver colaboração das pessoas para cumprirem as medidas de segurança contra o coranavírus. Havendo a conscientização de todos, inclusive com o isolamento vertical de pessoas idosas e com doenças graves,  vejo que pode haver sim a volta do funcionamento dos vários segmentos do comércio, para que evitemos a falência de muitos comerciantes e salvar milhares de empregos”, disse o vereador Dilemário.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.