Vereadores aprovam CPI para investigar prefeito Valdirzinho acusado de receber propina

45

Com seis votos favoráveis e cinco contrários, a Câmara Municipal de Vereadores de Santo Antônio de Leverger aprovou em sessão ordinária realizada na manhã desta quarta-feira (6), a abertura de uma Comissão Processante de Investigação contra o prefeito Valdirzinho, que é acusado de receber propina.

A maioria dos vereadores decidiu acolher a denúncia formulada pelo cidadão Marcelo Padilha de que o prefeito Valdirzinho é suspeito de receber propina de uma empreiteira que mantinha contrato com o município para executar obras de reformas de unidades escolares.

De acordo com a denúncia que se amparou em dados do TCE (Tribunal de Contas do Estado), a empresa RS Engenharia LTDA executava obra de reforma escolar e tinha que devolver 5% do valor de cada nota fiscal ao prefeito a título de propina.

Inicialmente, a votação terminou empatada em 5 a 5. Coube ao presidente do Legislativo, vereador Dudu Moreira (PP), aplicar o “voto de minerva”, desempatando a votação.

“As acusações são graves e merecem a devida apuração do Legislativo”, argumentou.

Os membros da Comissão Processante serão os seguintes vereadores: Ademar Gallio (Presidente), Hugo Padilha (Relator) e Mauro Amorim (Membro titular).

O vereador Ademar Gallio fez um discurso contundente e criticou o prefeito. “Vamos comprovar que o prefeito é um propineiro e caloteiro. Cobrava propina e ainda não honra compromissos com fornecedores e servidores”, disse.

Votaram favorável à abertura da Comissão Processante os vereadores Ademar Gallio, Mauro Amorim, Hugo Padilha, Denis Pinheiro, Gisele Paim e Dudu Moreira (voto de minerva).

Os votos contrários foram de Miguel José dos Santos, Fábio Teixeira, José Manoel, Amilton Silva e Rômulo Queiroz.  Os membros da Comissão Processante têm uma reunião na sexta feira (8), para deliberar a respeito dos rumos dos trabalhos da CPI.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.