Deputados e servidores passarão por testes de Covid-19, após servidora ser afastada suspeita de contrair o vírus

207

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso providenciou a compra de 200 testes para Covid-19 para identificar casos da doença entre funcionários e os deputados estaduais.  O presidente tomou a iniciativa, após uma servidora ter sido afastada das funções no Núcleo Ambiental, sob a suspeita de contrair o vírus do namorado.  Os deputados estão em alerta e também farão testes para evitar a doença.

“Então resolvemos fazer testes nos deputados e funcionários. Providenciamos a compra de 200 testes com a possibilidade de repetir os números de testes conforme for necessário”, disse o presidente do Legislativo, Eduardo Botelho (DEM), durante entrevista, na manhã desta quinta-feira (7).

Os testes serão feitos de imediato no Núcleo Ambiental, aonde a servidora atuava e também no plenário de deliberações Rene Barbour, onde ocorrem as sessões semanais para a votação dos projetos parlamentares e demais segmentos da sociedade mato-grossense. “Vamos fazer nesses lugares onde possivelmente existe um maior contato entre as pessoas. E se for necessário vamos ampliar para evitarmos a ampliação do vírus dentro do legislativo”, afirmou Botelho.

O atendimento segue suspenso como forma de prevenção ao Covid-19. “É um lugar que recebe muitas pessoas de várias partes do Estado e devemos tomar todo cuidado”, alegou o deputado.

Segundo ele, a Coordenadoria Militar que faz a segurança do Parlamento será rígida na fiscalização do uso das máscaras nas dependências do legislativo. “Não vamos relaxar na fiscalização para que todos usem as máscaras durante o expediente e também aqueles que precisam transitar nos gabinetes e demais setores do legislativo”, afirmou Botelho.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.