Floristas esperam compensar perdas com vendas no Dia das Mães

51

A pandemia de covid-19, que levou ao fechamento de diversos setores, impactou de maneira marcante os produtores de flores, que viram suas perdas chegarem a 100%. Por conta disso, a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) está promovendo a campanha “Abrace com Flores”, para incentivar as pessoas a presentearem com flores no Dia das Mães, lembrado amanhã (9).

“A pandemia interrompeu festas de casamento e eventos sociais, dentre outros, e isso impactou os produtores de flores”, explica o presidente da Faesp, Fabio Meirelles. “O Dia das Mães é, também, uma das datas mais importantes para o setor. Por isso, criamos essa campanha para incentivar as pessoas a presentearem com flores.”

O estado de São Paulo é o principal produtor e exportador de flores no Brasil. O país tem cerca de 8,3 mil produtores, 60 centrais de atacado (como as cooperativas, por exemplo), 680 atacadistas e prestadores de serviço e mais de 20 mil pontos de varejo.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), a cadeia produtiva movimenta cerca de R$ 10 bilhões por ano, sendo que o estado de São Paulo representa quase 40% desse total. O Dia das Mães acaba tendo uma participação muito grande nessa movimentação, uma vez que é a segunda data mais importante do varejo. Por conta da quarentena, o varejo foi fortemente impactado. Os mais atingidos são os pequenos negócios.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.