Produção industrial cai 18,8% em abril, pior resultado em 18 anos

37

A produção industrial caiu 18,8% em abril de 2020 em comparação ao mês anterior. É o pior resultado para o setor em 18 anos. Em relação a abril de 2019, a retração foi de 27,2%.

Os dados foram divulgados nesta 4ª feira (3.jun.2020) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Eis a íntegra (4 MB) da Pesquisa Industrial Mensal Regional.

Abril apresentou a 2ª variação negativa seguida para a produção industrial. Em março, a queda foi de 9% e produção caiu em todos os 15 setores pesquisados. A perda acumulada nos 2 meses foi de 26,1%.

De janeiro a abril, o setor industrial encolheu 8,2%. Nos últimos 12 meses, o recuo foi de 2,9%.

De acordo com o gerente da pesquisa, André Macedo, o recuo está relacionado “ao número maior de paralisações das várias unidades produtivas, em diversos segmentos industriais, por conta da pandemia”. O país tem mais de 555 mil casos de covid-19

A produção caiu em 22 das 26 atividades industriais pesquisadas no mês de abril. Veículos automotores, reboques e carrocerias tiveram o pior desempenho do mês, com queda de 88,5%. Foi o recuo mais acentuado para a atividade desde o início da série histórica.

A retração do setor automotivo influenciou outras atividades: metalurgia (-28,8%), produtos de borracha e de material plástico (-25,8%) e máquinas e equipamentos (-30,8%).

Também caíram significativamente a produção de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-18,4%) e bebidas (-37,6%).

Tiveram expansão em abril produtos alimentícios (3,3%), bem como produtos farmoquímicos e farmacêuticos (6,6%). Artigos de perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene tiveram aumento de 1,3% na produção.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.