“Meu caso tinha toda a chance de dar errado”, afirma paciente, asmática e vitima de AVC, mas que foi curada da Covid-19

35

Após ter sido internada por 14 dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Estadual Santa Casa, Sandra Aparecida Pires, de 47 anos, foi curada e se recupera em casa da doença. Ela considera que “nasceu de novo” graças ao cuidado intensivo dos profissionais de saúde e da estrutura hospitalar.

Ela faz parte do grupo de risco com bronquite asmática e histórico de mais de um episódio de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Durante os exames médicos descobriu ainda que possui uma cardiopatia, considerada como agravante em casos de coronavírus.

“O meu caso tinha muita chance de dar errado. Mas do modo como fui atendida nesse momento difícil, dá para voltar a acreditar na humanidade. Quando eu estava ali na UTI lutando pela vida, eu escutava o que falavam a minha volta. Eles diziam: você vai conseguir, sua família precisa de você, tudo vai dar certo”, relata a paciente.

A servidora pública deu entrada no Hospital Santa Casa no dia 26 de abril, e teve alta no dia 14 de maio, somando 19 dias de internação, dos quais 14 foram utilizando respiradores, entubada, aos cuidados da UTI, setor que recebeu adequações para atendimento exclusivo de pacientes com o vírus.

“Estavam todos muito bem equipados, usando máscara o tempo todo. Eu fiquei isolada em um quarto sozinha, mas com toda a atenção médica. Cuidaram da minha hidratação e da alimentação, pois perdi muita massa muscular durante a entubação. Só fui liberada quando estava completamente curada da doença, quando o teste da Covid-19 deu negativo”, lembra sobre os cuidados que recebeu durante a internação.

Ela fez questão de agradecer aos que atuam no Hospital, como técnicos, enfermeiros, médicos, da manutenção, limpeza – sem deixar nenhum profissional que atua na estrutura hospitalar de fora.

“Eles deixam as famílias em casa para salvar vidas. Médicos estão cumprindo o juramento que fizeram quando se formaram, estão vestindo a camisa e acreditando. As pessoas falam muito mal do Sistema Único de Saúde, mas eu creio que o sistema está a salvo. As pessoas tendem a reclamar e não reconhecer quando acontece uma coisa boa. Por isso eu quero agradecer a todos eles”, explica.

Sandra acrescenta que praticamente não sai de casa, apenas para o necessário, como ir ao médico, ao mercado e farmácia, além de tomar todos os cuidados de higiene, e não sabe como contraiu o vírus. O apelo é para que as pessoas se cuidem, usem máscara, façam a higiene das mãos e tudo que for possível para prevenir o contágio.

Hospital Estadual Santa Casa

A unidade é um dos hospitais estaduais preparados para atender e internar casos graves de pacientes com o novo coronavírus. O Hospital Estadual Santa Casa foi totalmente reformado desde a requisição administrativa feita pelo Governo do Estado, em 2019.

Conforme a diretora Patrícia Dourado, atualmente a unidade conta com 50 leitos de UTI e 77 leitos de enfermaria exclusivos para atendimento de casos de covid-19, além de 39 para atendimento clínico geral.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.