Justiça não aceita recurso da prefeitura de Cuiabá, mas fechamento do comércio é lento

55

Foto João Vieira/Gazeta Digital

 

 

Conforme havia anunciado, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) manteve o comercio aberto nesta quinta-feira (25), enquanto aguardava a resposta de um recurso contra a decisão judicial de lockdown determinado por 15 dias pela Justiça de Mato Grosso. A Justiça negou pedido de recurso para abertura do comércio, mas fechamento é lento.

Na dúvida, os comerciantes estão seguindo a prefeitura e mantém lojas, bares e similares abertos para atender a população, que também, rejeitou a decisão judicial pelo fechamento total do comércio e de serviços não essenciais, como forma de prevenção a proliferação do Covid-19.

Na Avenida Carmindo de Campos, importante região comercial da Capital, por volta das 9 horas da manhã o fluxo nas lojas – que já estavam abertas – era intenso. Entre os estabelecimentos abertos, lojas de roupas, de alugueis de carros, oficinas, utilidades domésticas, entre outras.

Apesar do recurso da prefeitura, vale a decisão de Lindote, de 22 de junho. A determinação é para que seja cumprido o decreto estadual 522/2020, que implementa quarentena coletiva obrigatória para os municípios com risco muito alto de transmissão da covid-19, como Cuiabá e Várzea Grande.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.