PM acaba com festas e aglomerações na capital e interior

19

A Polícia Militar faz operação de repressão a festas clandestinas, reuniões, encontros e outros eventos e atividades proibidas durante a pandemia do Covid-19. A operação, denominada ‘Dispersão II’, está sendo realiza desde a noite de sexta-feira(3) nos 141 municípios.

As equipes atuam no policiamento e fiscalização independente sobre o uso obrigatório de máscaras, proibição de aglomerações, entre outras medidas, conforme estabelece os decretos estaduais 532 e 465/2020, os quais definem as atribuições da Polícia Militar durante o estado de calamidade pública em função da pandemia. Em todas as regiões do Estado os policiais também atuaram em apoio aos municípios.

Em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, a PM fez 38 conduções à delegacia e acabou com uma festa clandestina regada a bebida, droga, presença de menores e até com apreensão de arma de fogo. Em Barra do Garças(509 km de Cuiabá), a denúncia de uma festa de aniversário em uma chácara levou à prisão de um homem e apreensão de uma espingarda e 56 munições.

Em outros municípios também ocorreram conduções para delegacias, dispersões de pessoas aglomeradas e outras situações. Em Acorizal (62 km de Cuiabá), policiais militares deram apoio a agentes municipais na fiscalização de bares, distribuidoras de bebidas e outros.

Na mesma noite, em Cuiabá, nos bairros CPA, policiais militares encontraram muitas pessoas aglomeradas em bares consumindo bebidas alcóolicas. Com o apoio da PM, fiscais da prefeitura notificaram os estabelecimentos e orientaram os consumidores a retornarem para suas casas. Os mesmo ocorreu em dois bares do bairro Altos da Serra e diversas regiões da cidade.

Em Chapada dos Guimarães(67 km de Cuiabá), junto com a Prefeitura a PM montou barreiras, uma delas na chegada da cidade, próximo a comunidade Água Fria, fazendo abordagens de pessoas, orientação sobre medidas de restrição e prevenção ao coronavirus e vistoria e checagem de veículos.

Essa operação que está em curso é a segunda, ‘Dispersão II’, com reforço nas atribuições próprias da PM no que se refere à pandemia, previstas em decretos estaduais, e principalmente em apoio aos municípios.

A PM reforça que o objetivo e principal e orientar, conscientizar sobre a gravidade do momento que o Estado está passando com o aumento do número de pessoas internadas e de mortes provocadas pela Covid-19.

DADOS

Entre os registros das ações da PM estão: 3.100 dispersões (acabou com festas, acampamentos e outros eventos), 1.600  notificações em comércios por haver pessoas sem máscaras.

Também já fez cerca de 950 conduções de pessoas a delegacias por insistência, resistência e reincidência no descumprimento de medidas de saúde pública(por fazer aglomerações, festas, não usar máscaras entre outras).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.