De cobrador de ônibus, agente penitenciário à Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso

143

Foto: Fablicio Rodrigues

Com pouco mais de um ano no mandato de deputado estadual, o ex-sindicalista João Batista (PROS) e primeiro-vice presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, assumiu nesta semana, a presidência da Casa de Leis. Ele substitui o presidente Eduardo Botelho (DEM), que se licenciou para tratar de Covid-19, já que a primeira-vice presidente Janaína Riva (MDB), também pediu licença para cuidar de sua gravidez de risco.

João Batista deve comando o parlamento pelos os próximos dois meses. Além de receber a presidência do legislativo, o deputado obteve uma grande conquista para a sua categoria de origem que é a dos agentes prisionais, ao promover por de uma lei estadual, aprovada na última terça-feira (18), elevando os agentes a policiais prisionais de Mato Grosso.

Mas poucos sabem que João Batista também foi cobrador de ônibus em Cuiabá por muitos anos, quando chegou de Pernambuco para a capital mato-grossense. João Batista é autor de vários projetos de lei que atendem os mato-grossenses nas áreas da saúde, educação e segurança pública.

1 comentário
  1. Clélia Maria de Oliveira Diz

    Ele só esqueceu as outras categorias de servidores público. Ele como parlamentar deveria ter pensado em todas categorias. Pois todos alimentam, precisam de saúde e educação.e utilizam transporte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

1 comentário
  1. Clélia Maria de Oliveira Diz

    Ele só esqueceu as outras categorias de servidores público. Ele como parlamentar deveria ter pensado em todas categorias. Pois todos alimentam, precisam de saúde e educação.e utilizam transporte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.