Os empresários Paulinho e Varanis vão disputar a prefeitura de Chapada dos Guimarães

Mas o PSL deixou a vaga de vice-prefeito aberta a outras siglas que queiram compor com a pré-candidatura de Paulinho

370

O PSL de Chapada dos Guimarães formalizou na noite de ontem (25), durante reunião da sigla, o nome do empresário Antonio Paulo da Silva, o Paulinho como o pré-candidato a prefeito de Chapada dos Guimarães, nas eleições que acontecem em 15 de novembro deste ano, em primeiro turno e 29 de novembro caso haja segundo turno. O partido também definiu o presidente do PSL e empresário, Sidney Varanis, para vice de Paulinho.

Mas o PSL deixou a vaga de vice-prefeito aberta a outras siglas que queiram compor com a pré-candidatura de Paulinho. “Mas a vaga de vice está aberta para que outros partidos possam apresentar algum nome. E se o PSL entender que é melhor que o meu, vamos compor fazendo a substituição para que tenhamos outra sigla na composição da majoritária. Não vamos fechar portas, queremos continuar conversando com os demais partidos”, esclareceu Varanis.

A convecção municipal ficou agendada para o dia 15 de setembro, como início às 13 horas e término previsto para as 17 horas, na Associação Bambuzeria no bairro São Sebastião, em Chapada dos Guimarães.
Paulinho e Varanis vão concorrer com a atual prefeita Thelma de Oliveira (PSDB), que também tem declarado que é pré-candidata à reeleição, além dos prováveis pré-candidatos, o empresário Didi da Pousada (DEM) e a vereadora do PP, Michele do Banco.

A escolha por Paulinho, teve como referência os números de pesquisa interna que apontou Paulinho sendo o melhor nome no momento para encabeçar a chapa que o PSL formará com o apoio de outras siglas.

Paulinho é pré-candidato pela primeira vez no município, mas está sendo apontando como uma das novidades na politica chapadense, concorrendo com outros novatos e alguns já no cargo de vereadores, que vão disputar a prefeitura pela primeira vez. Varanis é veterano tendo disputado a prefeitura em 2016 e deputado estadual em 2018 pelo partido REDE. Entretanto, não obteve êxito.

Agora conduzindo o PSL municipal, Sidney Varanis articula o apoio de outras siglas ao projeto do PSL, além de manter a coesão dos partidos já declarados na coligação, que reúne possibilidades de eleger Paulinho a prefeito.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.