“Eu não teria condições de pagar pelo teste e nem pelos medicamentos”, relata paciente atendida no Centro de Triagem

14

Foto: Mayke Toscano

Com pouco mais de 30 dias de funcionamento, o Centro de Triagem Covid-19 atendeu cerca de 22 mil pessoas. A ativação do complexo de testagem proporcionou o acesso da população carente e de baixa renda ao serviço de saúde para realização do teste e diagnóstico do novo coronavírus. Caso não houvesse atendimento grátis ofertado pelo Estado, a realização do exame seria impossível para alguns pacientes.

Maria Lila de Souza, moradora do residencial Nico Baracat, em Cuiabá, buscou atendimento para realizar o teste da Covid-19. A paciente explicou que há dois meses teve a doença, mas somente agora conseguiu realizar o teste que mostrou diagnostico positivo e curada.

“Eu resolvi vir aqui buscar atendimento para ter certeza se tive ou não essa doença. O resultado do meu exame mostrou que eu tive e que já estou curada da Covid-19. Ficaria complicado meu orçamento, eu não teria condições de pagar pelo teste e nem pelos medicamentos utilizados no tratamento que estão bem caros nas farmácias. Graças a Deus temos atendimento gratuito aqui na Arena, com profissionais maravilhosos. A doutora que me atendeu foi muito atenciosa, adorei, estão de parabéns”.

A comerciante Joana de Oliveira, moradora do CPA, também é uma das pacientes que buscou atendimento no Centro de Triagem Covid-19 para realizar o exame. Com o resultado negativo para a doença.

“Sem o Centro de Triagem eu teria que ir para um Hospital particular, mas eu recebo um salário mínimo, teria que tirar da alimentação para poder pagar um exame”, disse a comerciante.

A dona de casa Rosane de Lima, moradora do bairro Tijucal, disse que procurou uma unidade básica de saúde para realizar o teste, mas o não conseguiu os remédios para o tratamento.

“Eu procurei atendimento no posto de saúde, o médico fez os exames, mas quando eu pedi por um kit de remédios ele não quis passar. Eu precisava saber se tinha a doença ou não, por isso acabei vindo aqui para o Centro de Triagem”.

A secretária adjunta de Gestão Hospitalar da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), Caroline Dobes, explicou: “No Centro de Triagem temos um atendimento humanizado, nossa equipe recebe todos os pacientes com muita atenção e carinho. Nós classificamos que tudo até agora foi muito positivo e estamos prestando um excelente trabalho no combate à pandemia”, afirmou a gestora.

Dados de atendimentos

Durante o período de 22 julho a 30 de agosto, o Centro de Triagem Covid-19 atendeu, 22.920 pacientes com a realização de testes para o diagnóstico do novo coronavírus. A unidade montada na Arena Pantanal tem auxiliado os municípios da Baixada Cuiabana na atenção básica para o enfrentamento da pandemia com tratamento precoce da doença.

Do total, 4.342 pessoas tiveram o resultado positivo para o coronavírus, 11.131 negativo e 7.477 foram considerados suspeitos de estarem com a doença. Foram realizadas 1.697 tomografias, importante exame de avaliação dos pulmões dos pacientes infectados.

A farmácia do Centro de Triagem da Covid-19 entregou aos pacientes 11.789 kits de medicamentos para o tratamento precoce da doença. Esses medicamentos foram receitados após realização de consulta com os médicos que atuam na unidade.

Como funciona o Centro de Triagem

O atendimento no Centro de Triagem funciona de segunda-feira a domingo, das 7h às 17h. São entregues até 800 senhas por dia, sendo 500 emitidas pela internet, através do link: triagem.mt.gov.br, e 300 senhas presenciais, entregues no local, das 6h às 6h45.

É obrigatório o uso de máscaras de proteção e as equipes do Corpo de Bombeiros monitoram o local para garantir a organização do espaço durante a entrega das senhas.

Serviço

O Centro de Triagem na Arena Pantanal fica localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.