Convenção confirma Vadir Barranco candidato ao Senado

Maria Lúcia e Enelinda Scala serão suas suplentes

18

O deputado Valdir Barranco (PT) foi escolhido candidato ao Senado pelo partido dos Trabalhadores (PT) na noite desta quarta-feira (16), em convenção realizada no Hotel Paiaguás. A primeira suplência fica com a ex-reitora Maria Lúcia Cavalli Neder (PCdoB), e a segunda com a ex-vereadora por Cuiabá, professora universitária aposentada Enelinda Scala (PT).

Barranco representa a esquerda num cenário com muitos nomes ligados à direita. Ele promete lutar por reforma tributária “para que os ricos paguem mais que os pobres.”

“Não dá pra gente conceber a tributação sobre eles [agricultores] que isenta eles através da Lei Kandir, principalmente os maiores… nós temos aqui no estado 180 mil propriedades rurais, dessas apenas quatro mil são propriedades grandes e só 81 são propriedades realmente de latifúndio. Então são esses os grandes beneficiários e eles estão desonerados de pagar impostos em função da exportação. Então nós queremos trabalhar para criarmos aqui oportunidades para os pequenos, para a agricultura familiar, que defenda esses que estão abandonados, mas também pra que o agronegócio possa continuar produzindo, gerando superávit para o país, mas industrializando aqui, gerando emprego e impostos”, afirmou.

“Acredito que teremos várias candidaturas sendo mais do mesmo, disputando um único projeto. Um projeto reacionário, conservador. E nós defendemos a vida, o emprego, os direitos dos trabalhadores, dos servidores públicos, a oportunidade de fazer um embate no Senado da República num momento que nós temos lá uma proposta de reforma administrativa, proposta de reforma tributária… será uma candidatura mais alinhada com o povo, que está passando neste momento por uma enorme dificuldade, com a economia afundando no nosso país, tenho certeza que vai precisar do nosso trabalho em defesa dos eleitores de Mato Grosso”, completou.

Participaram presencialmente do evento a deputada federal Professora Rosa Neide (PT), o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) e o presidente da CUT-MT, Henrique Lopes; que aliás é suplente de Barranco como deputado estadual e assumirá a vaga na ALMT a partir de 30 de setembro durante a campanha ao Senado.

De forma remota, via aplicativo Zoom, a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffman, o ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) e diversas lideranças petistas de todo o país.

O partido também lançou nesta quarta-feira (16) o ex-juiz federal Julier Sebastião à Prefeitura de Cuiabá, em chapa pura com a professora Vera Bertolini como vice.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.