O segredo dos cabelos cacheados

11

Depois de um longo período na ditadura das chapinhas estamos na era da valorização dos cabelos cacheados. Profissionalmente, me envolvi com os cabelos cacheados na minha própria transição. Muitos profissionais não entendiam o que eu queria, estava numa insatisfação constante com aquela sede de resolver meu problema e não achava uma solução.

Em certa ocasião, eu estava em São Paulo fazendo um curso de visagismo com Philip Hallawel e então fui entender o porquê estava rejeitando o meu cabelo liso. Passei por uma consultoria de imagem no final do curso e o visagista me perguntou: Carol, o que você deseja expressar com sua imagem? (essa é uma pergunta que hoje faço para muitas das minhas clientes). Às vezes é até confuso para responder. Eu mesma fique confusa na hora de responder, mas eu só queria liberdade, de lavar meu cabelo, sair cedo de casa e chegar no meio do dia e me olhar no espelho sem levar aquele susto. Essa é a insegurança de muitas ao assumir o cabelo natural. Ao final do curso cortei meu cabelo, lavei e fui bater perna em São Paulo. Na hora em que cheguei no hotel e me olhei no espelho foi amor à primeira vista, amor comigo mesmo.  Daí comecei a buscar cursos. Fiz curso na Academia internacional da Pivot Point, de design de corte e depois fui só aperfeiçoando. Fiz uma especialização na Deva Curl que é uma academia internacional de cachos onde colhi bastante informações que hoje eu repasso para as clientes.

Os cabelos cacheados precisam de cuidados específicos. Antes de mais nada é preciso identificar a curvatura do cabelo. Tem a curvatura que os cachos são mais soltos, com raiz oleosa, fios finos e possuem uma maior dificuldade de receber os estímulos. Para valorizar essas ondas deve-se usar produtos com poucos nutrientes, que tenham pouca gordura. Ela lubrifica o fio, mas depois de passar a mão, a onda desmancha. Então deve tomar cuidado com os finalizadores e começar o tratamento desde o shampoo, pois há aqueles específicos para cada curvatura.

Antes de iniciar o tratamento, é importante passar um higienizador que são livre de sulfato, parabenos, silicone e petrolatos, que são componentes que os cabelos naturais não se identificam. O higienizador é o produto que vai tirar todos os proibidos do seu cabelo. Deve se higienizar o couro cabeludo e com os fios bem molhados ir massageando por três minutos e levando o produto para todo o comprimento, não pode deixar nenhum resíduo no cabelo.

Para os cachos mais fechados com tendência a pesar e com necessidade de nutrição há os produtos específicos que garantem movimento ao cabelo. Não deve se usar o pente. Com o cabelo bem molhados, usamos os dedos para pentear. Para ter mais volume, devemos usar um finalizador na mecha com a palma da mão para cima, para não provocar o frizz. Se não quiser muita curvatura, basta passar na mecha e soltar, sem estimular, com muita água. Para ter menos volume, devemos pentear com a palma da mão para baixo.

Os cabelos crespos possuem volume natural, então podemos apenas pentear sem volume, deixar secar e depois ir ajustando por ser flexível. O ideal é secar o cabelo com uma fralda, papel toalha ou blusa 100% algodão. Para dormir, o uso da fronha de cetim evita o frizz no dia seguinte.

O estresse é um inimigo do cabelo e provoca a descamação do couro cabeludo. Para reduzir o problema, podemos usar o vinagre de maçã, borrifando-o uma vez por semana na raiz do cabelo.

E, por fim, temos a tesoura. O cabelo responde rapidamente a um bom corte que se mantém por dois meses. A observação e adoção desses cuidados são os segredos da saúde e beleza dos cabelos cacheados.

(*) CAROL BISPO é visagista formada pela Philip Hallawell e hair designer da escola Internacional Pivot Point, além de designer de cachos Devacurl. Atende no espaço La Provence. Instagran: @carolbispo_visagista

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.