Mercado aumenta projeção de inflação para 3,02% em 2020

4

O mercado financeiro aumentou de 2,99% para 3,02% a projeção para a inflação de 2020. Medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a taxa está dentro da meta, que varia de 2,5% a 5,5% neste ano.

A estimativa dos operadores do mercado foram divulgadas pelo Boletim Focus, relatório semanal do BC (Banco Central) para acompanhar as expectativas dos economistas. Eis a íntegra (316 KB).

A inflação foi pressionada nos últimos meses pelos preços dos alimentos e a desvalorização do real frente ao dólar. O Copom (Comitê de Política Monetária), que define a taxa básica de juros Selic, disse que haverá reversão da alta “extraordinária“. O choque é “temporário“, segundo o comitê.

A inflação tem superado as expectativas dos economistas do mercado financeiro. Em setembro, o IPCA foi de 0,64%, o maior patamar para o mês desde 2003.

A prévia da inflação de outubro, medida pelo IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), atingiu 0,94% –o maior resultado para o mês desde 1995.

O Focus não mostrou alteração nas projeções da Selic: 2%, em 2020, e 2,75%, em 2021. A taxa básica de juros é a principal ferramenta para controlar o índice de preços.

ATIVIDADE ECONÔMICA

O mercado não mudou a estimativa para o PIB (Produto Interno Bruto) deste ano, que deve ter queda de 5,81%, segundo cálculos do Focus. Para 2021, o crescimento projetado foi menor: de 3,42% para 3,34%.

DÓLAR

A moeda norte-americana deve fechar 2020 aos R$ 5,45, estimaram os analistas. Na semana anterior, esperavam que terminasse aos R$ 5,40.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.