Empresa de energia quer parcelar dívidas nas contas de luz em Mato Grosso

18

Começa na segunda-feira (09), em Cuiabá, um mutirão de conciliação para clientes com débito com a Energisa realizado em parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Até sexta-feira (13), 300 clientes são esperados para negociar dívidas com condições especiais e já sair com acordo homologado por um juiz. A novidade nesta edição é que, para preservar o distanciamento social por causa da pandemia da Covid-19, todas as negociações serão feitas por videoconferência.

Esse será o primeiro mutirão virtual para conciliação do TJ-MT, assim como da distribuidora. Os clientes foram convidados previamente pela concessionária a participar por mensagem de SMS e já deixaram agendado o dia e horário da audiência de negociação. Além disso, foi enviado um link com a plataforma das videoconferências para todos.

A juíza coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Cuiabá (CEJUSC), Adair Julieta da Silva, conta que todas as pessoas convidadas a participar do mutirão confirmaram presença.  O CEJUSC contará com cinco conciliadores e fará 50 audiências por dia.  “Nós estamos usando a tecnologia a nosso favor e vamos ajudar a solucionar essas pendencias judiciais e até questões pré-processuais. Evitando assim mais demandas judicializadas”, avalia a juíza.

Murilo Galvão Marigo, gerente de Serviços Comerciais da Energisa Mato Grosso, conta que os mutirões de conciliação têm dado resultado em todas as edições, pois dão ao cliente e à empresa a possibilidade de se aproximarem e encontrarem uma solução que seja boa para as duas partes. “Não pensamos duas vezes quando tivemos a possibilidade de seguir com o mutirão de forma virtual. Para nós, é muito importante essa aproximação. Temos buscado e realizado ações inovadoras para fazer isso acontecer durante toda a pandemia e esse é mais um passo”, pontua o gerente.

Participam deste evento os clientes da Capital que receberam o convite da Energisa. Mas Murilo já adianta que outros mutirões já estão com data marcada em outras cidades, também em parceria com o Tribunal de Justiça. “Nesses eventos ofereceremos condições especiais durante as conversas, que sempre serão acompanhadas de um conciliador do TJ. No fim, o cliente ainda sairá com o acordo em mãos”, diz.

Próximas edições – Ainda em novembro será realizada uma edição do mutirão de conciliação em Sinop, entre 23 e 27. As audiências também serão virtuais e seguirão o mesmo formato do evento que será realizado em Cuiabá. Em Rondonópolis e Mirassol D’Oeste as negociações acontecerão entre 30 de novembro e 04 de dezembro. Tangará da Serra e Várzea Grande recebem o mutirão a partir de 07 de dezembro.

Outras formas de negociação – Os clientes que desejam parcelar seus débitos e não participam do mutirão têm outras opções para negociar. Murilo lembra que é possível solicitar o parcelamento das faturas pelo atendimento da Energisa via Whatsapp (Gisa – 65 9999-7974) e pelo Energisa On.  “O cliente pode inclusive parcelar por meio das próprias faturas ou com o cartão de crédito”, diz.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.