Governador admite voto para França à prefeitura e Carlos Fávero ao Senado

95

De sandálias e ao lado da esposa Virgínia Mendes e a filha caçula, o governador evitou polemizar sobre o apoio em cima da hora do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao candidato a prefeito Roberto França (Patriota, ex-partido do presidente) nas eleições municipais deste ano em Cuiabá. “Não posso fazer uma avaliação por não ter clareza sobre a tomada de decisão do eleitor”, analisou Mendes.

O governador admitiu votar em Carlos Fávero (PSD) e justificou que o senador fez um bom trabalho nos últimos seis meses, no Senado no lugar da ex-senadora e ex-juiza, Selam Arruda (Podemos). “Resolvi apoiá-lo em 2018 e repeti agora, mas ele fez um bom trabalho nos últimos tempos no Senado”, argumentou Mauro.

 

 

Deixe uma resposta