Escolas militares reforçam a qualidade do ensino público em Mato Grosso

As unidades educacionais tem como base a lei estadual 974/2020 de autoria do deputado Sílvio Fávero

14

Com atuação direta do deputado estadual Silvio Fávero, o Governo de Mato Grosso efetivará a implantação de sete novas escolas militares no início de 2021, contemplando os municípios de Cuiabá, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra, Várzea Grande e Vila Rica.

Em Mato Grosso, Silvio Fávero é autor da Lei nº 10.922, que criou no âmbito de Mato Grosso as escolas militares e autor do Projeto de Lei nº 974/20, que regulamenta o funcionamento, criação e transformação das Escolas Estaduais da Polícia Militar Tiradentes e das Escolas Estaduais do Corpo de Bombeiros Militar Dom Pedro II. A proposta aguarda a sanção do Governo do Estado.

E para concretizar as medidas voltadas à expansão do Ensino Militar no Estado, Silvio também liderou o movimento para difundir os valores morais, disciplina e a qualidade de ensino ofertado por esta metodologia de ensino, com a realização de diversas audiências públicas em todas as regiões de Mato Grosso.

No extremo Norte Araguaia, o município de Vila Rica (localizado a 1259 km de Cuiabá) também será contemplado já no inicio de 2021, fruto da articulação do deputado Silvio Fávero junto ao Governo do Estado, representado pelo vice-governador Otaviano Pivetta, com a presença do prefeito da Cidade, Abmael Borges.

De acordo com o planejamento estratégico da Seduc, a expectativa é iniciar o ano letivo de 2021, em fevereiro, com a transformação de duas escolas estaduais da Capital já nos moldes de ensino militar.

A Escola Estadual Francisco Alexandre Ferreira Mendes, localizada no bairro Boa Esperança, deverá ser gerida pelo Corpo de Bombeiros. Já a Escola Estadual Presidente Médice, situada na Avenida Mato Grosso, contará com a gestão da Polícia Rodoviária Federal (PRF), de forma inédita no país.

Na região Oeste de Mato Grosso, a Escola Estadual Prof. Natalino Ferreira Mendes, de Cáceres, também terá seu formato de ensino alterado para o Militar, sob a coordenação da Polícia Militar.

A PMMT também ficará incumbida de gerir as mudanças de metodologia de ensino nas Escolas Estaduais Nadir Figueiredo, em Várzea Grande, e na Emanuel Pinheiro, em Tangará da Serra.

“Esse é um dos trabalhos que mais me orgulho de ter desenvolvido, desde que assumi o mandato de deputado estadual, e que representa tudo aquilo que espero para os nossos estudantes, mais valores morais, mais disciplina, qualidade de ensino e respeito à Pátria. Uma juventude sadia e focada no bem da sociedade”, pontuou Silvio Fávero.

Mato Grosso já conta com sete unidades escolares com ensino militar. São elas: EEPM Tiradentes Nova Mutum; EEPM Tiradentes Juara; EEPM Tiradentes Rondonópolis; EEPM Tiradentes Cuiabá; EEPM Tiradentes Confresa; EEPM Lucas do Rio Verde e EEPM Tiradentes de Sorriso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.