Botelho desconversa sobre TCE e acalanta sonho de ser governador de MT

64

Foto: Maurício Barbant

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (DEM) disse, durante entrevista na última terça-feira (22), que está focado no trabalho de sustentação ao provável projeto de reeleição do governador Mauro Mendes (DEM), em 2022. No entanto, afirmou acalantar seu sonho de também governar Mato Grosso, numa eventual desistência de Mauro Mendes ao cargo. “Não sou candidato ao governo e estou trabalhando para que o governador possa chegar ao período eleitoral com condições de ser reeleito. É isso que estou fazendo”, esclareceu Botelho.

Ele admitiu ser candidato ao governo com o aval do eleitorado mato-grossense, tendo como base, o resultado dos trabalhos que desempenha em favor do crescimento do Estado. “Agora, se lá na frente, a população achar que tenho condições de ser candidato ao governo para defender principalmente, os pequenos (menos favorecidos financeiramente), vamos pedir ao Papai Noel para manter essa esperança”, comentou o deputado em tom de brincadeira.

Botelho desconversou sobre o interesse de se lançar candidato à vaga de conselheiro, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), com a proximidade da aposentadoria compulsória do conselheiro Valdir Teis, que foi afastado e retorna ao cargo, por decisão judicial, após citações em envolvimento em escândalos processuais no TCE. “Estou muito tranquilo dentro da Assembleia Legislativa e não sou candidato às vagas no TCE e nem candidato a eleição ao governo”, afirmou o deputado.

Deixe uma resposta