O segredo da beleza

20

Carol Bispo

Em tempos de selfies e redes sociais, a beleza é um tema recorrente.  Para o visagismo, o segredo da beleza é a harmonia do externo com o interno, expressar o nosso desejo através da imagem. Para isso, a pessoa tem a liberdade de escolha entre expressar força, alegria, dinamismo, sensualidade, poder, delicadeza, romantismo, entre outros.

Quando a imagem não condiz com o desejo da pessoa, essa distorção pode afetá-la psicologicamente e no comportamento. Por exemplo, a situação em que uma pessoa é delicada e é influenciada a usar um cabelo sensual. Isso traz um imenso desconforto, pois a coloca no centro das atenções, quando na realidade ela é uma pessoa reservada.

E isso não só acontece com o cabelo, mas também com a sobrancelha. Hoje está se utilizando muito a sobrancelha arqueada. Ela representa dinamismo e, dependendo da grossura, pode trazer força no conjunto dessa proposta. Por exemplo, uma pessoa forte não quer somar mais força na imagem dela, pois ela já sabe que é forte de natureza. Então, ela quer suavizar isso. Se ela vai em uma designer de sobrancelhas que segue a linha do arqueamento, acaba deixando-a com a expressão mais brava, afetando diretamente o comportamento da pessoa, sem ela saber onde está o problema.

Também há cabeleireiros que seguem a linha loira ou ruiva e querem replicar essa imagem para todos.  Deve-se tomar cuidados, pois o que as linhas e as cores expressam afeta diretamente o comportamento da pessoa.

Quando a pessoa se encontra com a sua beleza verdadeira é um misto de emoções. Muitas choram, outras dizem “por que não fiz isso antes?” pois, imediatamente, reconhecem sua imagem adequada. Sempre busco o pós-atendimento, perguntando como está a nova imagem e o retorno é sempre de gratidão. A pessoa recebe muitos elogios e comprova que aquilo que pediu na consultoria, de fato, aconteceu após um corte ou cor no cabelo.  Isso gera autoconfiança, segurança, alegria etc. Quanto melhor nos conhecemos, melhor administramos as coisas ao nosso redor já que aprendemos a respeitar os limites dos outros e nos posicionar quando precisamos.

Outra coisa que tenho observado muito são mulheres que querem fazer um “momento surpresa” para si mesmas. Não querem olhar no espelho enquanto o procedimento está sendo realizado. Preferem aguardar para se ver no tão sonhado momento apenas no final. Esse é  um momento muito mágico para elas e para mim. Durante a consultoria pergunto o que ela quer expressar com a imagem e muitas ficam em dúvida. Então, o pouco que me pedem, eu aplico na imagem. O resultado tem sido tão espetacular que reflete no retorno da cliente, que, geralmente, é mais breve do que o esperado, pois, primeiramente, ela faz um corte com análise visagista e, depois, tem a adequação da cor do cabelo.  Como há um feedback positivo dos outros, aumenta a confiança e o desejo de ter o procedimento completo.

Em suma, a beleza está diretamente ligada a autoestima e a confiança. Quando a pessoa está bem com a sua aparência, tende a ser mais saudável e vigorosa. Por essa razão, podemos dizer que o visagismo é um mecanismo alinhado à qualidade de vida que promove um fortalecimento psicológico. Vejo que é um benefício à saúde mental, pois ao estar bem, a pessoa tende a ter comportamentos mais firmes, seguros e decisivos. Ela consegue se posicionar em um relacionamento ou dentro do trabalho ao perceber o valor que tem.

(*) CAROL BISPO é visagista formada pela Philip Hallawell e hair designer da escola Internacional Pivot Point, além de designer de cachos Devacurl. Atende no espaço La Provence. Instagram: @carolbispo_visagista

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.