Secretária-adjunta de saúde afirma que Rondonópolis não instalou nenhum leito de UTI para atender pacientes com Covid-19

Ela foi sabatinada pelos deputados na Assembleia Legislativa de Mato Grosso para esclarecer sobre as ações de combate a Covid-19

25

Foto: JLSiqueira

A secretária-adjunta Executiva da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), Danielle Carmona, afirmou que, por parte da gestão do município de Rondonópolis, não foi instalado nenhum leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19.

“Hoje, para deixar claro, Rondonópolis, por parte do município, não colocou à disposição nenhum leito de UTI Covid”, declarou Carmona, que interinamente está à frente da gestão da pasta, em resposta a questionamentos feito pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), ao ser sabatinada nesta quinta-feira (7), na Assembleia Legislativa.

Segundo ela, todos os leitos UTI Covid instalados na região foram por parte do Governo do Estado em parceria com os hospitais e municípios. “Ano passado, chegamos a realizar tratativas com o prefeito (Zé do Pátio), cedemos respiradores que ficaram à disposição na Regulação e mais 10 leitos seriam instalados, sendo de competência do município, mas isso nunca foi efetivado”, explicou a gestora interina.

No total, a região Sul conta com 49 leitos de UTI Covid contratados com o Governo do Estado, sendo 20 leitos na Santa Casa de Rondonópolis, 10 leitos no Hospital Regional de Rondonópolis, 10 leitos de Campos Verdes e nove em Primavera do Leste. Atualmente, a taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid está em 55%.

“A demanda aumentou muito na região. Temos conhecimento que a rede privada já está superlotada. A maior procura está para o Hospital Regional e Santa Casa, ambos de Rondonópolis. Enquanto os hospitais em Campo Verde e Primavera estão tendo uma média de dois a três pacientes internados”, informa Carmona.

Para a gestora interina, é importante que o município de Rondonópolis colocasse a disposição leitos de UTI Covid. “Vamos reiniciar as tratativas com o município para ver se o prefeito (Zé Carlos do Pátio) tem interesse de colocar à disposição mais leitos de UTI Covid”, adianta Danielle.

REQUERIMENTO – Preocupado com a fala da secretária-adjunta, o deputado Delegado Claudinei (PSL) protocolou, ainda na data de ontem (7), um requerimento junto à Prefeitura de Rondonópolis, com cópia à Secretaria Municipal de Saúde solicitando informações para saber os motivos do município não ter instalado leitos de UTI Covid.

“Queremos saber se realmente não existe interesse por parte da prefeitura em abrir novos leitos de UTI Covid ou quais os motivos que isso não aconteceu. É inadmissível um município não fazer nada diante de uma pandemia como essa que já matou milhões de pessoas pelo mundo inteiro”, finaliza Claudinei.

Deixe uma resposta