Atrativo cultural: artistas reproduzem a boemia antiga pela Mesa da Intelectualidade Cuiabana

143

Feita pelas mãos dos artistas Fred Fogaça e Jânio Borges, a Mesa da Intelectualidade Cuiabana é uma forma de contar um pouco da história, homenagear importantes figuras e representar, as tradicionais rodas de conversas promovidas nas intensas noites cuiabanas.  O monumento virou atrativo para quem passa nas esquinas da Praça 8 de Abril em Cuiabá.

Por esses e outros tantos personagens, que marcaram nos 301 anos da Capital, como:

Renato Arruda Pimenta

Jurista, criminalista e professor de Direito Constitucional, foi gerente do Banco da Amazônia e maior advogado criminalista da sua época. Faleceu em 18 de março de 1991, aos 70 anos, deixando sua marca na história de Cuiabá.

José Paes Bicudo

Nasceu em 1922, advogado, professor, procurador de Justiça, compositor, poeta e escritor. Incitava o amor, a criatividade em todas as formas e acreditava que abrir as portas para novos universos não só era possível, mas necessário.  Faleceu em 2000, deixando canções em Cuiabá, cidade que tanto amou.

Ramis Bucair

Nasceu em 13 de junho de 1933. Engenheiro e membro do Instituto de Arqueologia Brasileiro e é considerado por muitos estudiosos como o sucessor de Marechal Rondon. Refez a linha telegráfica de Barra do Bugres a Vilhena (RO). Descobridor de centenas de caverna em Mato Grosso, um dos maiores agrimensores do Brasil. Faleceu em 20 de dezembro de 2011, deixando um legado a todos que com ele conviviam e conheciam sua história.

Benedito Moreira de Moura (Ditinho Cigano)

Cuiabano, nasceu em abril de 1946, e criado no tradicional bairro do Porto. Foi corretor de imóveis pioneiro em Cuiabá e pai de três filhos. Apaixonado por Cuiabá e boêmio de carteirinha e faleceu em março de 2015.

Benedito Santana da Silva Freire (Silva Freire)

Nasceu em 20 de setembro de 1928, em Porto de Fora, vila próxima ao Distrito de Mimoso e de Santo Antônio de Leverger. Foi um brilhante advogado, professor e um dos mais conceituados poetas mato-grossense. Faleceu em 11 de agosto de 1991, deixando um legado de amor pela Capital.

 

Deixe uma resposta