Vereador propôs a redução dos salários caso as sessões se mantiverem uma vez na semana

137

O vereador que tenente-coronel da PM, Paccola defende a redução na remuneração paga a cada parlamentar, caso as sessões plenárias não voltem a ser realizadas duas vezes por semana, mesmo que de forma virtual. Para o parlamentar, o pagamento deve ser feito de forma proporcional ao trabalho.

“Se tivermos que manter metade das atividades, que sejam reduzidas todas as verbas de forma proporcional. Serei o primeiro a assinar, e não é discurso de demagogia”, disse Paccola.

Por conta da pandemia do coronavírus, as plenárias estão sendo realizadas apenas às quintas-feiras, e ainda em formato reduzido. Na semana passada, o vereador apresentou um projeto de lei em regime de urgência que visa garantir o retorno das sessões plenárias todas às terças e quintas-feiras, podendo elas serem realizada remota, presencial e híbrida, conforme orientação da equipe médica da Câmara de Cuiabá.

A proposta, contudo, não foi apreciada, pois não obteve o número de assinaturas suficiente para ser remetida ao crivo do plenário. “É uma hipocrisia manter atividades internas nos gabinetes, no auditório da presidência, sem limitar a entrada de pessoas, e as sessões plenárias continuarem uma vez por semana, prejudicando as atividades parlamentares”, afirma o Vereador.

Deixe uma resposta