De família humilde, jovem zagueiro compõe elenco do Cuiabá e sonha: “Pode mudar minha vida”

119

A esperança de dar condições melhores para a família é o combustível que move o Vitor Hugo. O jovem zagueiro do Cuiabá ainda nem tem contrato profissional, e agarra a oportunidade de fazer parte do elenco do Dourado como a chance da sua vida.

De família humilde da capital mato-grossense, mesmo sem ganhar alto salário, o jogador já ajuda seus pais.

– Eu vejo que essa oportunidade é única e pode mudar minha vida. Continuo trabalhando firme para seguir indo aos jogos e logo logo fazer minha estreia. Disputar a Série A é o sonho de qualquer moleque que joga futebol. Quero muito fazer parte do grupo durante essa competição e poder ajudar o Cuiabá a se manter na elite – afirmou Vitor Hugo.

Segundo relatos do jogador, sua família nunca teve casa própria. Quando ele tinha entre 10 e 13 anos, seus pais alugavam um quarto de uma casa e dormiam todos juntos: ele, sua irmã, a mãe e o pai. Sem poder pagar o aluguel, tiveram que sair. Atualmente moram em um quarto nos fundos da casa da avó paterna no Bairro Bela Vista, em Cuiabá.

O futebol é a esperança de um jovem que não desiste do seu sonho.

– É um momento que não consigo expressar o tamanho da alegria, já passei por tantas dificuldades, ouvi tantos “não” no futebol e hoje com 17 anos estar integrando o elenco profissional de uma equipe de Série A é um momento e uma sensação inexplicável. Estou muito feliz e quero crescer cada vez mais aqui no Cuiabá.

Vitor Hugo tem apenas 17 anos e ainda não entrou em campo pelo Cuiabá. Pelo elenco reduzido neste começo de temporada, o zagueiro tem sido relacionado. Mesmo treinando com os profissionais, o clube espera contar com o jogador em um futuro próximo, dependendo da evolução dele como atleta.

Deixe uma resposta