Médico de Sorriso é preso em Sinop por não ter porte de arma

Além disso, ele é acusado de ameaçar ex-marido da atual esposa

41

Médico de Sorriso foi preso pela Polícia Militar de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), após ameaçar um homem e disparar um tiro para o alto como forma de intimidação. Policiais informaram que ele tinha posse da arma, mas não o porte. O delegado arbitrou uma fiança de R$ 50 mil, mas como ele não pagou, acabou sendo encaminhado ao Presídio de Sinop, o Ferrugem.

Servidor da Prefeitura de Sorriso, o médico de 29 anos já se envolveu em outros episódios policiais. Dessa vez, ele teria ido tirar satisfação com o pai da filha da sua atual esposa.

No boletim de ocorrência, a vítima relatou que ele chegou no seu local de trabalho com a arma na cintura e durante a discussão, ficava mostrando a arma como forma de intimidação, além disso, fez ameaças dizendo que se ele voltasse ao local, era para matá-lo. Quando ele e o comparsa deixaram o local, em um Corolla, efetuou um tiro para o alto.

PM foi acionada, fez rondas, encontrou os suspeitos e uma pistola 9mm dentro do veículo. Ele tinha posse, mas não o porte.

O delegado arbitrou uma fiança de R$ 50 mil, mas como ele não pagou, acabou sendo encaminhado ao Presídio de Sinop, o Ferrugem.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.