Vereador alerta para aumento da pandemia entre policiais militares de MT

11

A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, vem sofrendo “baixas” em policiais da ativa e está tendo um aumento consideravelmente grande no número de infectados na corporação. Hoje os policiais estão na linha de frente no combate às ações contra o Covid-19, como nas blitz, aglomerações e prisões, a maioria nestes casos com contato físico, correndo o risco iminente do contágio direto. Com isso o vereador por Cuiabá Sargento Joelson (SDD), levantou um debate na Sessão Ordinária desta terça-feira (23-03), com demais vereadores, acerca da prioridade na vacinação aos policiais.

Joelson falou da possibilidade de parar o policiamento se continuar nestes aumentos de casos, disse também que isso corresponde a quase 3% da tropa e que espera um olhar especial das autoridades na segurança pública, para que o cumprimento das medidas pelos policiais sejam seguras e não fiquem vulneráveis a ação do vírus.

“Hoje temos aproximadamente 100 policiais afastados do serviço só em Cuiabá, por causa do vírus do Covid-19. Temos também três policiais entubados, isso é quase 3% da tropa cuiabana, isso só da Polícia Militar, nem me refiro a Polícia Civil, Polícia Penal, guarda municipal isso só em Cuiabá, é assustador. A nossa segurança pública vai parar, se continuar como está e ninguém se pronunciar, não fazer nada, está difícil, e temos sim de começar a ter um olhar especial a Segurança Pública, que intercale, é ela quem segura tranquilidade da sociedade neste momento difícil de fechamentos.” Frisa Joelson.

O Vereador também falou que outros Estados como o Pará, que já está vacinando o aparelho de segurança pública, e Goiás recentemente baixou um decreto afirmando que a próxima prioridade seria a segurança pública. “É um exemplo o Pará e em Goiás já irá dar prioridade após os idosos, hoje fica atrás de grupos como dos presidiários, porque constitucionalmente seria a prioridade, mas não seria justo, pois estão isolados e os polícias não, os polícias são a força que mais serão usadas nos próximos dias para manter a organização mínima do cumprimento aos decretos. Precisamos acordar para isso, o governador Mauro Mendes (DEM) precisa antenar nisso, sei que temos muitos problemas, mas vai piorar muito se perdermos esta força de segurança pública neste momento”. Frisa em seu apontamento.

Como militar, recentemente o vereador Joelson participou de uma mobilização dos policiais no Palácio Paiaguás reivindicando a prioridade aos agentes da segurança pública, pois hoje é um dos últimos na lista de prioridade a serem atendidos, estando atrás até mesmo dos presos. A mobilização busca lutar para que se imunize logo e a população tenha mais sensação de segurança.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.