Cortar o cabelo rejuvenesce

11

Recentemente comecei a receber contatos de mulheres com o pedido de corte de cabelo que as rejuvenesça, o que elas têm chamado de corte jovial.

Mas afinal o que é o corte jovial? É um corte construído durante a consultoria de visagismo, respeitando a individualidade de cada pessoa, de acordo com seus anseios e preocupações. Ele é executado seguindo linhas dinâmicas, que são linhas de inclinação que apontam para cima.

O corte tem um poder muito grande sobre a nossa imagem assim como a cor. O cabelo é um acessório fundamental para nossa imagem, o qual nunca tiramos. É diferente de uma roupa. Se eu não gosto de uma blusa, eu não uso, deixo de lado ou me desfaço dela. Já com o nosso cabelo é diferente. Nós dormimos e acordamos com ele, então ele precisa estar adequado à nossa imagem e ao nosso desejo.

Com o calor de Cuiabá, muitas mulheres que têm o cabelo longo acabam optando por mantê-los presos. Essa atitude acaba trazendo uma sensação de aparência envelhecida. O cabelo preso deixa o rosto totalmente exposto. Curiosamente, muitas mulheres têm medo de cortar o cabelo, mas não se incomodam de ficar com o cabelo preso. A função de um designer de corte planejado é suspender o cabelo.  Isso traz dinamismo, alegria, sensualidade e jovialidade a imagem da mulher.

As mulheres estão valorizando cada vez mais o seu cabelo natural. Agora, não basta ter um cabelo bonito e esse cabelo não representar a sua personalidade e o momento em que estamos vivendo. Nas décadas passadas de 50, 60, o cabelo ideal era aquele que transmitia delicadeza. A mulher tinha que ser mais delicada e dedicada a cuidar da casa e dos filhos.

Hoje, além de cuidar da casa e dos filhos, a mulher está na rua trabalhando, tem muitas habilidades. Cuidamos e saímos para trabalhar e queremos unir tudo isso à nossa imagem. A beleza ideal é a beleza forte, que representa as mulheres do século 20.

Assim, os pedidos de corte jovial começaram a surgir no período de transição entre o cabelo alisado para a volta aos cacheados. A transição é um período em que os cortes ficam limitados pois a matéria-prima a ser trabalhada está afetada.  Durante a transição geralmente os cabelos são mantidos presos, até por conta do volume. Para superá-la é preciso criar uma base, com um primeiro corte. Esse primeiro corte, muitas vezes não vai atingir o ponto de expectativa da cliente, mas em 80% dos casos a aceitação é satisfatória, principalmente por conta das linhas dinâmicas, que provocam leveza e jovialidade. O cabelo já apresenta sua identidade e sua personalidade.

O visagista faz esse trabalho de trazer harmonia e jovialidade, de atender o seu desejo para a mulher não cair na insatisfação constante. O visagista valoriza o que a pessoa tem de melhor. Está comprovado cientificamente que beleza é comportamento. Eu sempre digo que não corto cabelos, eu faço uma transformação na vida da pessoa.

(*) CAROL BISPO é visagista formada pela Philip Hallawell e hair designer da escola Internacional Pivot Point, além de designer de cachos Devacurl. Atende no espaço La Provence. Instagram: @carolbispo_visagista

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.